domingo, janeiro 21, 2018

Conexão Automotiva - Destaques da Semana: #022


Confira tudo que foi notícia entre os dias 13 a 19 de janeiro no CA: VW revela condições especiais para up! Saveiro, Golf, Jetta e Amarok em janeiro; confira os lançamentos da Kia para este ano; Subaru revela teaser do novo conceito VIZIV Performance STi Concept; GAC revela teaser do seu conceito para Detroit; Kia revela teaser e sketch do novo Cerato; Nissan divulga mais detalhes do seu SUV conceitual; Infiniti revela nova imagem do Q Inspiration Concept; Chevrolet confirma renovação do lineup para 2019; FCA convoca recall de Fiat Uno, Palio e Grand Siena; nova geração da RAM 1500 vaza antes da hora; Peugeot 1008 deve ser revelado ainda este ano; novo VW Jetta não deve ser vendido na Europa; VW reduz os preços do Passat no Brasil; Ford revela as primeiras imagens do Mustang GT500 e FCA confirma novas picapes Jeep e RAM.


Vídeos Automotivos: Test-Drive no Audi Q7 Diesel

Vídeos Automotivos: Relembre - Volkswagen Passat TS com veneno de época

Vídeos Automotivos: Release - Hyundai HB20 R-Spec Limited

sábado, janeiro 20, 2018

JAC aposta em motores 1.2 Turbo e 1.5 Hybrid na China, que podem ser interessantes no Brasil


A JAC desenvolve novos motores na China que podem nos interessar. A principal novidade fica pelo desenvolvimento do motor híbrido do S7, que aqui deve ficar conhecido como T70. Revelado pelo Ministério da Indústria da China, o modelo chega ainda este ano e deve trazer algumas novidades além do logotipo Hybrid. Segundo o ministério chinês, ele deve usar o motor 1.5 Turbo que desenvolve 150cv de potencia juntamente de um elétrico, ainda desconhecido. As baterias serão de lítio e o híbrido será plug-in. O câmbio deve ser automático de dupla embreagem de 6 velocidades e o consumo será de 14,9km/l. O que identifica o modelo híbrido são os faróis de neblina, que são triangulares no S7 Hybrid e retangulares presentes na versão comum. A grade superior não possui acabamento cromado como na versão a gasolina. Ao mesmo tempo a JAC desenvolve o motor 1.2 Turbo, que não tem muitas informações reveladas. Ele deve equipar o S3 (nosso T5, T50). O SUV aparece com indicação desse tipo de propulsor e ainda com um câmbio de dupla embreagem de seis marchas e a novidade é interessante, visto que pode ser adotado no Brasil.


Citroën confirma novo sedã para substituir C5 e C6, com base no conceito CXperience Concept


A Citroën confirmou que desenvolve um novo sedã para substituir o cansado C5 na Europa e na China. O sedã foi confirmado por Linda Jackson, CEO da Citroën, em entrevista ao site Autocar. Além do C5, ele deve substituir o C6 na China. A novidade deve inaugurar uma nova gama de automóveis Citroën e segundo a executiva ele não deve ser um "novo C5". Para a fabricante, manter um modelo desse tipo em linha serve para dar mais crédito à marca, por fazer modelos pequenos, médios e grandes. Embora a Citroën saiba que o segmento de sedãs esteja em queda na Europa, é a grande força motriz na China. O novo modelo deve ter forte inspiração no CXperience Concept, apresentado no Salão do Automóvel de Paris de 2016. Esse novo sedã será focado no conforto e apresentará uma estética única, diferente do resto da linha Citroën. Uma de suas principais características serão suas dimensões, que poderá superar os 4,80 metros de comprimento e uma estética exterior que estará fortemente inspirada. Espera-se que esse novo sedã seja lançado dentro de dois anos.


Fonte: Autocar

Genovation apresenta o primeiro vídeo do Chevrolet Corvette GXE elétrico, bólido de 811cv


A versão elétrica do Chevrolet Corvette, desenvolvida pela Genovation, deve enfim sair do papel. O muscle car em sua versão definitiva foi apresentada no CES 2018 e substitui o motor 6.2 V8 pelo motor elétrico que desenvolve 811cv de potência e 96,7kgfm de torque. Devem ser produzidos 75 unidades, com preço de US$750 milhões cada unidade. A Genovation ainda revelou um vídeo teaser do coupé, que não teve som original do motor revelado. Ele conta com uma novo para-choque dianteiro e uma traseira bem modificada, onde se incluem novas lanternas circulares ao estilo clássico do Corvette e que se perderam com a chegada da geração atual. Complementam as novidades as novas rodas e um enorme aerofólio traseiro, não tão radical como o utilizado pelo ZR1 equipado com o pack ZTK opcional. Batizado de Corvette GXE, a companhia obteve recentemente dois recordes mundiais de velocidade com um carro movido a bateria: 336,3km/h, com uma pista livre de 306,4km/h ao sair da imobilidade a uma milha. A Genovation anuncia que no próximo dia 9 deve apresentar o Corvette GXE durante o CES 2018 com base no Corvette C7.


Vídeo-Teaser



Hyundai anuncia investimento de US$22 bilhões para eletrificação e condução autônoma


A Hyundai confirmou que deve investir cerca de US$22 bilhões em automóveis eletrificados e em condução autônoma. O grupo sul-coreano confirmou que por conta de um acordo com o governo, que pressiona por aumento de empregos na Coreia do Sul, e precisa de investimentos locais. Por conta disso, a empresa se comprometeu em contratar 45 mil pessoas nos próximos cinco anos e investir a bagatela de US$21,56 bilhões no mesmo período. Segundo a Reuters, o grupo deve direcionar os investimentos para o desenvolvimento e produção de carros elétricos, assim como a automação da direção e seu portfólio de produtos, das marcas Hyundai e Kia. Em termos globais, esse investimento vem em boa hora. Assim como outras grandes potências, Hyundai-Kia não poderiam demorar muito para apresentar esse investimento. Com queda nas vendas de -9% em 2017, as marcas apostando em eletrificação e condução autônoma poderá reforçar não só a posição das duas marcas no mercado americano, ajudando na recuperação, mas também na China, onde os incentivos fiscais e a pressão do governo impulsionam o segmento. Na Europa, Hyundai e Kia ganharão um reforço importante com essa nova onde de eletrificação, que já começou para as duas marcas. As células de hidrogênio são outra das tecnologias que o fabricante mais investe e isso deve ser intensificado nos próximos cinco anos.


Fonte: Reuters

sexta-feira, janeiro 19, 2018

Em entrevista no Salão de Detroit, Chevrolet pretende lançar Camaro ZL1 de 660cv no Brasil


A Chevrolet confirmou durante o Salão do Automóvel de Detroit que deve trazer a versão esportiva do Camaro. Acima do SS, o esportivo deve ser vendido na versão ZL1, uma clara resposta à chegada do Ford Mustang. A confirmação veio do presidente da GM no Mercosul, Carlos Zarlenga, em entrevista ao site Motor1BR. Ele é equipado com motor 6.2 V8 SuperCharger, o Camaro ZL1 desenvolve 660cv de potência com um torque de 88,5kgfm, acoplado a um câmbio manual de 6 marchas ou automático de 10 velocidades (aqui será automático), um ganho de 10cv e 1,4kgfm em relação ao antigo ZL1. Estes dados revelam que o novo modelo da Chevrolet ficará atrás do Challenger Hellcat (o Dodge entrega 57 cv a mais). No entanto, o novo Camaro ZL1 será mais leve, com cerca de 1.750 kg, contra 2.015 kg do concorrente. Além disso, a novidade vai dispor de uma moderna transmissão automática de dez velocidades como opcional, ou uma manual de seis marchas com sincronização de rotações. O Camaro ZL1 ganha mudanças visuais e mecânicas. No design destaque para a grade exclusiva, o splitter dianteiro maior e para o novo capô com extrator de calor. O Camaro ZL1 também tem para-lamas mais largo, saias laterais encorpadas e proeminente aerofólio traseiro. Completam as mudanças as rodas aro 20″ de alumínio forjado exclusivas calçadas com pneus Goodyear Eagle F1 Supercar, desenvolvidos especificamente para o modelo. No interior, este ZL1 tem bancos esportivos Recaro, volante de base achatada, alavanca de câmbio com camurça, pespontos vermelhos e logotipos específicos desta versão. Mais leve e mais potente, a nova geração do ZL1 deve ultrapassar os 300km/h e deve acelerar até 100km/h em menos de 3,5 segundos. Outras novidades mecânicas fica por conta da suspensão com ajuste magnético, Magnetic Ride, freios Brembo, diferencial autoblocante eletrônico, função “launch control” e seletor dos modos de condução. Aqui os preços devem ser de R$400.000, estimado.


Especial Lançamentos 2018 #26: o que esperar da Maserati para o Brasil neste ano?


A Maserati, uma das marcas que mais cresceram em vendas no Brasil em 2017, deve apresentar em 2018 pequenas novidades para os modelos Ghibli, Quattroporte e GranTurismo. O trio deve receber um face-lift de meia-vida simples, a fim de se manter moderno por mais algum tempo.
Ghibli: sedã passa a ser vendido nas versões GranLusso e GranSport. Entre as novidades, o Ghibli GranLusso traz novo para-choque e grade com apliques cromados e os logos estão localizados na base dos painéis laterais. Na lateral, novas saias enquanto na traseira o diferencial são o novo extrator no para-choque traseiro. A versão GranSport traz para-choque tem um formato diferente, com recortes nas entradas de ar inferiores. Ele não traz os detalhes cromados. As rodas têm um formato mais agressivo e, por dentro, o acabamento é diferenciado. Entre os novos itens de série, o Ghibli 2018 oferece direção com assistência elétrica, assistente de manutenção em faixa, alerta de ponto cego, controle de cruzeiro adaptativo e reconhecimento de sinais de tráfego. O que, basicamente, torna o carro um semiautônomo. Na mecânica, o sedã de entrada da Maserati conta com o 3.0 V6 biturbo que desenvolve 430cv de potência e 59,1kgfm de torque (um ganho de 20cv e 3kgfm), enquanto a GranSport conta com tração integral. Vale destacar que as versões GranLusso e GranSport substituem a S e a SQ4.


Quattroporte: o sedã recebe novidades sutis para seguir em linha até uma nova geração. O sedã ganha alterações no design externo e interno, além de novos itens de série. Entre as principais novidades, o Quattroporte recebe grade, por exemplo, adota novos frisos cromados verticais, enquanto os para-choques recebem apliques preto brilhante e em preto fosco (traseira). Os retrovisores foram igualmente redesenhados. No interior as novidades ficam por conta do novo quadro de instrumentos redesenhado, assim como multimídia Uconnect, que agora dispõe de tela de 8,4" polegadas com Car Play e Android Auto. O porta-luvas recebeu melhor acabamento e o ar-condicionado foi atualizado. Beneficiando a aerodinâmica, a Maserati ainda instalou um sistema de aletas variáveis atrás da grade, permitindo reduzir o arrasto em 10%. Entre os novos itens de série há alerta de colisão com frenagem automática, controle de cruzeiro adaptativo com anda e para, além de alerta de faixa com correção. O motor 3.0 V6 a gasolina passa de 330cv de potência para 350cv. A versão mais potente desse motor desenvolve 410cv. Há ainda o motor 3.8 V6 twin-turbo na versão GTS que desenvolve 530cv de potência que acelera de 0 a 100km/h em 4,7 segundos com velocidade máxima de 310km/h. Em ambos os casos o câmbio é automático de 8 velocidades. No Brasil ele deve ser vendido com o motor 3.8 V6 TwinTurbo, que desenvolve 530cv, com preços na casa dos R$1 milhão.


GranTurismo: os superesportivos ganham novidades para mantê-los mais atuais até a chegada de uma nova geração, que já está sendo desenvolvida. O face-lift traz leve mudanças na dianteira, onde ele ganha um novo para-choque dianteiro, adotando traços parecidos com o do Alfieri Concept. A nova grade dianteira fica de acordo com o novo face-family da Maserati, fazendo com que todo o para-choque dianteiro seja novo. Os faróis também mudam, ao trazer novos elementos do layout e com LEDs. Essas modificações permitem que o modelo melhore sua cifra de resistência aerodinâmica, passando de um Cx de 0.33 para 0.32, o que significa um leve aumento de desempenho. A linha foi reestruturada por completo. No interior, destaque para o console central redesenhado com novos comandos e um novo sistema de áudio, além de novas opções para os revestimentos em couro e Alcantara. Em relação ao infotainment, surge um novo sistema com tela táctil de 8.4 polegadas e compatível com Apple CarPlay e Android Auto. Ambos os modelos estarão disponíveis em somente dois acabamentos, Sport e o mais esportivo MC, que inclui uma pequena redução de peso. O motor permanece o mesmo 4.7 V8 acoplado a um câmbio automático de 6 velocidades. O motor desenvolve 460cv de potência com torque de 53kgfm. Na versão Sport ele acelera de 0 a 100km/h em 4,8 segundos e chega a velocidade máxima de 299km/h, enquanto o MC cumpre as mesmas provas em 4,7 segundos e 300km/h. O motor 4.2 V8 deixa de ser oferecido.