quarta-feira, dezembro 31, 2014

Adeus, 2014! Confira os carros que deixaram de ser produzidos ou importados no Brasil este ano!


2014 foi um ano de poucas mortes no Brasil. Algumas já esperadas, outras que pegou a todos de surpresa, o mercado brasileiro em 2014 não teve um ano muito bom nas vendas, e para alguns foi até melhor partir desta para uma melhor. Comparado ao ano de 2013, o Brasil perdeu menos carros, o que fez o mercado crescer ainda mais, já que de lançamentos foram vários. Confira abaixo os carros que deixaram o país este ano.


Chery Cielo Hatch
Lançado no Brasil em 2010, o Cielo Hatch era um dos chineses mais belos do mercado. Chegou ao país como uma opção a Ford New Fiesta Hatch, Fiat Punto entre outros. Entre seus atributos estavam o motor 1.6 16v a gasolina que desenvolvia 119cv de potência e vinha muito bem equipado. Nunca chegou a fazer sucesso e há quem ache que ele volte ao mercado com motor 2.0 16v e câmbio automático. É muito difícil.


Chery Cielo Sedan
Assim como o Cielo Hatch, o Cielo Sedan chegou ao mercada em 2010, com um visual menos ousado que o hatch, mas tinha suas qualidades e poderia ter feito sucesso se a Chery tivesse investido em marketing, assim como aconteceu com QQ e Tiggo. Tinha o mesmo motor 1.6 16v a gasolina do hatch e vende sempre menos que o mesmo. Se acostumou a ser o lanterna do seu segmento, enquanto via o Honda City desbancando todos seus rivais.

terça-feira, dezembro 30, 2014

Peugeot não fabrica mais o 207 Hatch desde Junho, encerrando a família 207 no Brasil!


A Peugeot tinha confirmado que não produzia mais o 207 Sedan e a 207 Hoggar no Brasil desde Junho, em pronunciamento em Outubro. Porém a marca francesa também não disse que o 207 Hatch também não era mais produzido desde Junho. Isso porque o modelo tinha muitas unidades em estoque, o que fez a marca adiar o pronunciamento de sua saída de linha. Com muitas unidades nos pátios, a Peugeot esperou mais dois meses para diminuir o estoque do hatch para que ele finalmente fosse dessa para uma melhor, dando uma falsa impressão que ele seguia em linha, já que permaneceu no site da marca. Bola fora desde quando foi lançado, em 2008, o nosso 207 Hatch nada mais era que um 206 com um remendo, ganhando o apelido de "206,5". O único parentesco que o nosso 207 tinha com o europeu (que foi totalmente novo) era a dianteira, com visual bem parecido. A Peugeot corrigiu o erro em 2013, quando lançou o 208, o mesmo carro que é vendido na Europa. Atualmente o 207 é vendido em versão única, a Active que custa R$36.690. Ele é vendido apenas com motor 1.4 8v Flex, que desenvolve 82/80cv de potência. O modelo deve seguir em 2015, porém apenas com unidades de estoque a serem "desovadas". Com sua saída, a família 207 se encerra de vez no mercado brasileiro.


Citroën oferece taxa zero e condições de parcelamento para a C3 Picasso no Brasil!


A Citroën está oferecendo condições especiais para quem quiser comprar a minivan compacta, C3 Picasso. O modelo está sendo vendido com condições especiais de parcelamento e taxa zero ao mês. A versão que está sendo oferecida é a Tendance com motor 1.5 8v Flex, que desenvolve 93/89cv de potência. Essa versão está com preço de tabela de R$52.900. Para fechar negócio e levar o modelo para a sua garagem, a Citroën oferece uma entrada de R$31.794, que corresponde a 60% do valor total do veículo, e parcela o saldo em 12 vezes fixas de R$1.859,51. Para facilitar ainda mais as coisas, o vencimento da primeira prestação é apenas 30 dias após a compra. Essas condições especiais para chamar o público para as concessionárias da Citroën é para estimular as vendas da C3 Picasso, que vende bem menos que a C3 AirCross, versão pseudo aventureira da C3 Picasso, que consegue vender o dobro do modelo civil. Consegue ser uma opção melhor que Nissan Livina e Fiat Idea, ambas defasadas. É mais bonita que a Chevrolet Spin, também. Pena que esse motor 1.5 não é 16v, para render mais potência e torque, item necessário para uma minivan.


Nos 45 minutos do segundo tempo, Toyota lança novo Camry sem alarde, por R$158.600!


Com o ano de 2014 se encerrando amanhã (31/12), a Toyota lança no mercado brasileiro o renovado Camry, seu carro topo de linha no mercado, que chega sem nenhum alarde por parte dos japoneses. O modelo chega ao mercado e ganha um visual menos "tiozão" (menos careta), como visto no antigo modelo vendido até então. O "novo" Camry traz algumas mudanças no visual, como novos faróis, grade, capô, para-choque dianteiro (com entrada de ar maior, como destaque) e traseiro, lanternas, rodas de liga leve de 17" polegadas, novo friso cromado na traseira e novo refletor completam o visual externo como novidades. No interior, o novo Camry traz tímidas novidades. Entre elas, estão o volante com novos comandos, os controles do ar-condicionado, que foi revisado, e o quadro de instrumentos com novos grafismos.


Nos itens de série, o Camry 2015 traz central multimídia de 7" polegadas com leitor de DVD e câmera de ré, além da adoção de airbag para o joelho do motorista, totalizando 7 airbags espalhados pela cabine, ar-condicionado bi-zone, direção elétrica, acabamento com detalhes sofisticados em madeira, luzes diurnas de LEDs, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, ESP, EBD, BAS entre outros itens de série. O motor segue sendo o mesmo, o 3.5 V6 24v VVT-i que desenvolve 277cv de potência com torque de 35,3kgfm, associado a um câmbio automático de 6 velocidades. O Camry renovado deve chegar as concessionárias da Toyota em breve, possivelmente nos primeiros dias de 2015, vendido apenas em versão única.


Preço

  • Toyota Camry 3.5 V6 24v AT6 - R$158.600



Audi retira de linha as carrocerias duas portas de A1 e A3 no mercado brasileiro!


A Audi não está mais oferecendo as carrocerias de duas portas para os hatchs A1 e A3 no mercado brasileiro. Ambas as carrocerias não estão mais sendo oferecidas pela marca e já não constam no site da Audi Brasil. Segundo a marca, ambas as versões saíram de linha no Brasil pela preferência do consumidor brasileiro por carros de duas portas, já que ambos possuem a versão Sportback, de quatro portas que não tão cara assim perto do modelo de duas portas. O A1 ainda tinha um público que gostava mais da versão duas portas, até mesmo pelo visual e pelo arco cromado que o modelo ostentava. Até o A1 Sport, com o mesmo motor 1.4, mas com 185cv está sendo vendido com carroceria 4 portas. Já o A3 Sport era praticamente difícil de se encontrar nas ruas, a maioria era do A3 Sportback e do A3 Sedan, que chegou este ano com todo o gás nas vendas. Com isso, o A1 parte de R$85.900 no Brasil e o A3 custa a partir de R$93.600, ambos equipados com o motor 1.4 TFSI que desenvolve 122cv de potência, com o câmbio manual S TRONIC. Será que deve ter alguma diferença nas vendas de ambos? Dificilmente....


Curiosidades: Pé na lata!


Quando você está em uma pista (um local apropriado para fazer isto, é claro) ou quando estamos jogando um videogame, muitas vezes se pergunta se é melhor pisar fundo em uma arrancada ou acelerar gradativamente, para se tornar mais rápido. E isso depende muito do carro. Na medição de 0 a 100 km/h, por exemplo, onde muitas revistas ou até mesmo para testes, sempre se extrai o maior desempenho possível experimentando em diferentes largadas. Com carros com câmbio manual, em geral, se eleva o giro do motor até o torque máximo e se mantem sempre lá. Em carros de câmbio automático, se pisa fundo, que é chamado de "kick-down". Em outros carros, o controle de tração também influencia e muito nas arrancadas. Há dispositivos que ajudam, mas há os que limitam muito a chegada do torque à roda, prejudicando o desempenho. Nesse caso, vale desativar o controle e tentar arrancar aproveitando melhor a força do motor de acordo com a condição de tração disponível. Mas lembre-se de fazer isso em um lugar apropriado. Não ponha a sua nem a terceiros, em risco.

Fonte: Quatro Rodas
Adaptação: Conexão Automotiva

segunda-feira, dezembro 29, 2014

Ford deve nacionalizar New Fiesta Sedan em 2015, que também ganha motor 1.5 16v!


Depois do Fiesta Sedan RoCam ter saído de linha, a Ford está livre para produzir o New Fiesta Sedan no Brasil. Isso deve ser uma das 8 novidades que a marca prometeu este ano para 2015. O Sedan Compacto Premium deve ficar mais acessível e ganhar motorização 1.5 16v Flex para competir de vez com o novo Honda City, lançado no segundo semestre deste ano. A nacionalização deve trazer o motor um pouco menos potente, capaz de desenvolver 111/107cv de potência, apenas com câmbio manual de 5 marchas. Também é esperada a versão despojada S, que deve ficar abaixo da SE e da Titanium, ambos já oferecidas no New Fiesta Sedan. Com isso, os preços devem cair de R$54.290 cobrados pelas versão SE 1.6 16v Flex para cerca de R$47.000, com motor 1.5 16v Flex. Com essa versão e com mais disponibilidade das versões SE e Titanium (já que há cota mexicana impede que o sedan venda mais), o New Fiesta Sedan poderá brigar com o Honda City pela liderança do segmento.


Mini-Sorento, é você? Kia divulga primeiras fotos oficiais do KX3, seu primeiro SUV Compacto!


Depois de ter sido apresentado no Salão de Guangzhou, a Kia apresenta oficialmente as primeiras imagens do KX3, seu primeiro SUV Compacto baseado no Hyundai ix25. O visual foi completamente divulgado na China, onde o modelo deve ser vendido, assim como em outros países em 2015 (Brasil é quase certo que não deve receber o modelo). Idêntico a um novo Sorento, porém menor, o KX3 deve enfrentar todo um segmento que vem muito competitivo para 2015, que deve trazer modelos como Jeep Renegade, Peugeot 2008, Honda HR-V, SsangYong Tivoli, Ford EcoSport, Renault Duster, além do próprio Hyundai ix25, que já foi confirmado pela Hyundai que não deve ser vendido no Brasil. Na China o KX3 terá motor 1.6 16v igual aos 1.6 16v brasileiros, a venda nos modelos como Soul e Cerato, porém apenas a gasolina, que desenvolve 123cv de potência, equipado com câmbio manual ou automático, ambos de 6 velocidades. Ainda se fala em uma versão mais potente, outro 1.6, porém Turbo, vindo da Hyundai, que desenvolve 203cv de potência e torque de 26,9kgfm e com câmbio automático de 7 velocidades e dupla embreagem.


SsangYong divulga as primeiras imagens do seu SUV Compacto, o Tivoli!


A SsangYong divulgou as primeiras imagens do Tivoli, seu primeiro SUV Compacto que deve chegar as ruas em 2015, tendo algumas chances de também chegar ao Brasil. Após aparecer como conceito em alguns Salões do Automóvel, a SsangYong divulgou algumas imagens do SUV Compacto, que mostra um design ousado e bonito, que deve ser o novo padrão visual da marca coreana. O SUV deve ser lançado em Janeiro na Coreia do Sul, podendo ser lançado em outros países na metade de 2015, tem como missão bater modelos como Ford EcoSport, Renault Captur, Peugeot 2008 entre outros.


Medindo 4,1m de comprimento e 2,6m de entre-eixos, o Tivoli aposta no design e na tecnologia para combater a concorrência. No quesito equipamentos, a SsangYong confirmou que o Tivoli terá pacotes com até 7 airbags, ar-condicionado automático, conexão Bluetooth, central multimídia touch-screen, câmera de ré, entre outros. Na mecânica, estão confirmados os motores 1.6 a gasolina e o 1.6 Diesel, além de uma possível motorização 1.8 ou 2.0, como a do Korando, não é descartada. O Brasil tem chances de receber o Tivoli, principalmente porque é o Brasil um dos responsáveis pela onda dos SUVs.


Carros que podem ou poderiam chegar ao Brasil: MG 3!


Esperado pelos brasileiros desde 2013, ninguém sabe ao certo se a MG (Morris Garages) está presente no Brasil ainda ou não, pois não se fala mais nada sobre a marca inglesa/japonesa. O hatch compacto premium MG 3 era uma aposta para o mercado brasileiro, mas o modelo nunca chegou de fato ao mercado. Por aqui ele teria rivais como Fiat Punto, Ford New Fiesta Hatch, Citroën C3, Peugeot 208 entre outros, já que na época a estimativa de preços era de R$48.000. O hatch é equipado com motor 1.5 16v, capaz de desenvolver 107cv de potência, com torque de 11,6kgfm de força, com câmbio manual de 5 velocidades. O compacto, mede 3,99 metros de comprimento, 1,52 m de altura e 1,72 m de largura, e vem bem equipado desde a versão básica. Este ano elepassou por um leve face-lift, onde o MG 3 ganhou novo para-choque dianteiro, que trouxe luzes diurnas de LEDs, além de novas rodas de liga leve. Porém não deve chegar ao Brasil.


domingo, dezembro 28, 2014

Vídeos Automotivos: Release do novo Renault Fluence 2015!


Fonte: Canal Mecânica Online

Vídeos Automotivos: Release dos novos Ford Ka 1.5 16v e Ka+ 1.0 12v!


Fonte: Canal Mecânica Online

Vídeos Automotivos: Fábrica da Volkswagen em São Carlos (SP) atinge 9.000.000 de motores!


Fonte: Canal Mecânica Online

Vídeos Automotivos: Relembre a Ferrari 365 GTB/4 Daytona!


Fonte: Canal Renato Bellote

Vídeos Automotivos: Relembre a Ferrari 330 GT 2+2!


Fonte: Canal Renato Bellote

Vídeos Automotivos: Test Drive no Audi S4 3.0 TFSI!


Fonte: Canal Top Speed

Enquete: o que era o menos cotado se destaca; Peugeot 2008 é o SUV mais esperado, com 43%!


A última enquete de 2014 chega ao fim com um resultado um tanto inesperado. Tido como o menos cotado da enquete, o Peugeot 2008 se destacou e ficou a frente até mesmo do Jeep Renegade, que promete ser a sensação do ano de 2015. A enquete contava com os três SUVs Compactos que devem estrear em 2015, entre eles o Honda HR-V, Jeep Renegade e Peugeot 2008. Com enquete lançada há 20 dias, a pergunta era bem fácil: "Enquete: Qual SUV está deixando você mais "ansioso"?". O Resultado foi que, 43% dos internautas estão ansiosos para o lançamento do Peugeot 2008, que promete ser o SUV mais em conta do segmento, com preços na casa dos R$56.500 aos R$60.000 na versão básica, que deve contar com dois motores 1.6: um aspirado, que desenvolve 122/116cv de potência, deve contar com câmbio manual de 5 marchas ou automático de 4 velocidades e o 1.6 THP Turbo Flex, que desenvolve 173/165cv de potência, deve vir equipado com câmbio manual de 6 marchas ou automático, também de 6 velocidades.


Em segundo lugar ficou o Jeep Renegade, que ficou com 34% dos votos, deve chegar ao mercado em Abril de 2015, com motores 1.8 16v Flex que desenvolve cerca de 140/138cv (é o mesmo motor de Fiat Bravo e Linea, mas melhorado para render mais e consumir menos), deve trazer câmbio manual de 5 marchas ou automático de 6 velocidades; Além do 2.0 16v a Diesel, que deve desenvolver 170cv de potência e torque na casa dos 35kgfm. Com o motor Diesel, o Renegade deve ter câmbio manual de 5 marchas ou automático, de 9 novidades. Ele deve trazer tração 4x2 ou 4x4. Lanterna da enquete, o Honda HR-V respondeu apenas por 23% dos votos, deve chegar em Março com preço próximo dos R$70.000. Deve trazer câmbio manual de 5 velocidades ou automático CVT, sempre com o motor 1.8 16v Flex, que desenvolve 140/138cv de potência, emprestado do Civic.


Retrômobilismo#69: Aquele ar de novidade e superioridade nunca vistos na época. Eis o Chevrolet Monza Hatch!


A Chevrolet já sentia um pouco o peso da idade dos seus modelos de maior sucesso no mercado brasileiro no início dos anos 80, quando tinha o Chevette, lançado em 1973 e o Opala, lançado em 1968. Foi então que a Chevrolet decidiu lançar um médio, ficando entre o Chevette (compacto) e o Opala (grande). Baseada na terceira geração do Opel Ascona, lançada na Europa em 1981, que a Chevrolet lançou em Março de 1982 o Monza Hatch no Brasil, variante que não tinha sido lançada pela Opel na Europa, já que lá o modelo tinha 4 portas, enquanto a preferência nacional era de veículos com 2 portas. Chegava ao mercado em versão única de acabamento, a SL/E, com motor 1.6 que rendia 73cv quando abastecido com álcool e outro 1.6 que rendia 72cv quando era abastecido com gasolina.


Foi sucesso na certa. Qualidades para fazer sucesso ele tinha muitas: era moderno, e com poucos anos de defasagem em relação ao modelo alemão (apenas 2 anos, o que era muito pouco para a época). Além disso, pela primeira vez a Chevrolet tinha um carro com motor em posição transversal, o segundo no país, logo em seguida do Fiat 147, o pioneiro dessa posição do motor no país. Essa posição do motor diminuía a frente do Chevrolet, podendo aumentar o espaço interno. Assim, a Chevrolet tinha finalmente um carro a altura dos médios de sucesso da época, como Volkswagen Passat e Ford Corcel II, ambos lançados na década de 70. Outro destaque do Monza Hatch era sua aerodinâmica, que era um fator positivo do hatch ao trazer apenas 0,39Cx de arrasto aerodinâmico, índice bem menor aos irmãos Chevette e Opala. Além do belo visual externo, o Monza Hatch também encantava os consumidores pelo interior, com o painel côncavo e com fácil acesso aos comandos.


terça-feira, dezembro 23, 2014

Volkswagen não oferece mais pacote R-Line nem motor V6 ao CC, que sobrevive apenas com 2.0 TSI!


A Volkswagen enxugou a gama do CC no mercado brasileiro. A versão com motor V6 não é mais oferecida pela Volkswagen, bem como o kit de personalização R-Line, que também não é mais oferecido. O modelo conta agora apenas com a versão 2.0 TSI que desenvolve 211cv de potência, com torque de 28,5kgfm e auxiliado por um câmbio DSG de 6 velocidades, que é um pouco menos potente que o 3.6 V6, que tinha o motor VR6, capaz de desenvolver 300cv de potência aliado a um câmbio Tiptronic de 6 velocidades, com tração integral 4Motion, que tinha preço de R$188.950. Com o motor 2.0 ele custa R$154.750 e com todos os opcionais (R$24.837) chega aos R$179.857, valores bem próximos aos cobrados pelo CC V6. Já o pacote R-Line oferecida alguns itens a mais no visual que o deixavam com o visual mais esportivo, como spoilers, saia lateral, novas rodas etc. Desde Janeiro a Novembro o "Sedan Coupé" vendeu 167 unidades, o que o coloca como o 200º mais vendido a frente de modelos parecidos (e mais caros) que o CC, como é o caso do BMW Série 6 que vendeu 109 e o Mercedes-Benz CLS que vendeu 74 unidades no mesmo período.


Polícia de Fernando de Noronha recebe uma unidade do Toyota Prius para fazer a patrulha!


A Polícia de Fernando de Noronha (PE) ganhou uma unidade do Toyota Prius para fazer a patrulha da ilha. Trata-se do primeiro híbrido a desembarcar por lá, sem causar impactos ao meio ambiente. O carro foi escolhido pela Secretaria de Defesa de Pernambuco para ser utilizado no patrulhamento do arquipélago de Fernando de Noronha, desde o início deste mês faz parte da frota da Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma), entidade responsável pela preservação do meio ambiente e dos recursos naturais da ilha, nada mais justo a escolha de um híbrido. Desde Abril deste ano, o Governo do Estado de Pernambuco já utiliza algumas unidades do Prius no patrulhamento e monitoramento das ruas da capital Recife, onde os carros foram cedidos pela Toyota em regime de comodato até Abril de 2015. O modelo usa a combinação dos motores 1.8 a gasolina que desenvolve 99cv e um elétrico, capaz de produzir 37cv de potência, totalizando 136cv de potência quando ambos estão operando em conjunto. No Brasil, o Prius tem preço de R$111.000.


Papel de Parede: Rolls-Royce Wraith e novo Renault Sandero StepWay!


(Clique na imagem para ver em tamanho maior)

Tamanho das Imagens: 1600x1200


Unificação das concessionárias da PSA deve melhorar o pós-venda da marca, ao que tudo indica!


O Grupo PSA (Peugeot e Citroën) confirmou recentemente a unificação de ambas as marcas para atender melhor o público (Citroën e Peugeot deverão ter concessionárias unificadas em 2015, para serviços e manutenções!) a intenção de reduzir os gastos do grupo no Brasil. Isso deve acontecer em meados de 2015, onde ambas as concessionárias podem atender modelos das irmãs. Com isso, os proprietários de Citroën e Peugeot terão 300 concessionárias disponíveis (160 da Citroën e 140 da Peugeot) para fazer revisões e serviços de um modo geral. O dinheiro que sobrar dessa unificação, o Grupo PSA quer apostar no melhoramento do pós-venda, sonho da marca há muito tempo no Brasil, pode finalmente ser sanado. O atendimento nas concessionárias de quem já é cliente, é um dos objetivos de pelo menos uma das marcas (a Peugeot, embora a Citroën também tem fama de pós-venda ruim) e segundo fontes, já existe uma mobilização "para melhorar a imagem no atendimento pós-venda" segundo o site UOL Carros. O Grupo PSA também está eliminando carros que sejam pouco rentáveis, como já vem acontecendo com a Citroën com o C4 Hatch e com a Peugeot com os modelos 207 Sedan, 207 Hoggar, 508 entre outros.

Peugeot deve atrasar lançamento do 2008 para Maio de 2015, esperando o lançamento dos rivais!


A Peugeot quer observar a concorrência antes de lançar o 2008 no mercado brasileiro. Tanto, que o modelo deve atrasar e fica para Maio de 2015 como uma estratégia de marketing da Peugeot, que tem tomado muito cuidado desta vez, após o erro que cometeu com o 208 em 2013, ficando muito próximo do lançamento do Ford New Fiesta Hatch nacionalizado, que acabou "matando" o lançamento da Peugeot. Como o modelo tem uma grande meta para a marca do leão, de ajudar a Peugeot a ganhar terreno no país, o 2008 é uma peça chave para a marca, que quer ter cautela desta vez.


Essa cautela toda se chama: preço. A Peugeot vai esperar saber o preço dos futuros rivais, principalmente de Jeep Renegade que chega em Abril e do Honda HR-V, que chega em Março e são os rivais do SUV francês. Por aqui, o 2008 deve ter os motores 1.6 16v FlexStart que desenvolve 122/116cv de potência na versão Allure, que deve ser a mais básica do modelo, deve ter a opção de câmbio manual ou automático, porém o câmbio automático deve ser o conhecido AL4, de 4 velocidades, mas também pode ser o 6 velocidades. A versão básica deve vir com central multimídia de 7" polegadas, 7 Airbags, Vidros e Travas elétricos e direção elétrica e rodas de liga leve, o que parece até mesmo, surreal devido ao mercado brasileiro atualmente.


Além disso, a versão topo de linha deve vir equipada com motor 1.6 THP Turbo já deve vir Flex, que rende 173/165cv de potência, com preços na casa dos R$75.000 com manual de 6 marchas ou automático de 6 velocidades. A espera é para ter uma postura agressiva dos preços do 2008, que pode se tornar o carro chefe da Peugeot se tiver um bom marketing e se o modelo vier bem equipado com preço mediano, o que seria uma "maravilha" vindo por parte da Peugeot, podendo quem sabe, voltar aos seus tempos áureos. Os preços começam entre os R$56.500 e devem ficar abaixo dos R$60.000.


Quantas unidades o Renault Fluence vendeu desde 2010 até Novembro de 2014!


O falecido Mégane chegou ao Brasil no fim dos anos 90 com a intenção de ser o médio da Renault, mas nunca fez sucesso. Em uma tentativa mais ousada, em 2006 o modelo ganhava uma nova geração, que seria totalmente diferente da antiga e ficou marcada pelo seu visual, também não empolgou. No início de 2010 chegava ao mercado o Fluence, derivado do coreano Samsung SM3. O modelo, que foi só lançado em 2011 teve algumas unidades comercializadas no final de 2010, possivelmente para treino dos concessionários que estavam estudando o modelo. Teve bem mais sucesso que o Mégane e chegou a ficar no TOP 5 do segmento por um bom tempo. Mas como nada dura para sempre, novos rivais foram chegando e o Fluence começou a cair nas vendas. Atualmente ele é o 8º Sedan Médio mais vendido do segmento, atrás de Corolla, Civic, Cruze, Sentra, Jetta, C4 Lounge e Focus Sedan e recebeu um leve face-lift para se manter atual no mercado até uma futura geração. Veremos nos próximos meses se a mudança trouxe algum efeito nas vendas do Renault.

Vendas
2010: 107
2011: 10.386
2012: 15.336
2013: 13.878
2014: 6.957 (Janeiro a Novembro)

Total: 46.664

Seguindo os passos da Spin Activ, Chevrolet pode lançar versão aventureira do Onix em 2015!


Finalmente a Chevrolet parece que vai lançar uma versão aventureira do Onix no mercado. Esperada desde 2012, quando lançou o hatch, a marca americana sonha com o modelo com visual mais descolado, que pode fazer do Onix o carro mais vendido do Brasil, já que ele anda muito próximo dos líderes Volkswagen Gol e Fiat Palio. Com essa possível nova versão, a Chevrolet espera que o Onix chegue próximo ou ultrapasse ambos os modelos. Essa nova versão deve receber o nome nome da versão aventureira da Spin, ou seja, deve se chamar Onix Activ. A versão deve trazer algumas novidades, como para-choque dianteiro e traseiro com molduras pretas, bem como nas caixas de roda, além de rack no teto, novas rodas de 15" ou 16" polegadas, além de um possível estepe exposto, assim como a Spin. Com essa versão, a Chevrolet entra na briga dos pseudo-aventureiros, que já contam no Brasil com Volkswagen Gol Rallye, Hyundai HB20X, Renault Sandero StepWay, Volkswagen CrossFox entre outros. Preço? Algo superior a casa dos R$50.000.


Novo Volkswagen Jetta deve trazer motor 1.4 TSI, mas 2.0 AP deve permanecer em linha!


"A Volkswagen deve finalmente aposentar o motor 2.0 8v AP, correto?" Não. "Mas o motor 1.4 TSI não entra sem seu lugar?" Sim. Parece difícil, mas não é. O motor 2.0 AP deve seguir em linha mesmo após o Jetta ganhar produção nacional na fábrica de Anchieta (SP), porém com esse motor ele só deve ser destinado a venda direta e para frotas. O motor para o consumidor final deve ser o 1.4 TSI, o mesmo que equipa o Golf, que desenvolve 140cv, substituindo também o câmbio Tiptronic pelo DSG, de 6 velocidades. Além de novo motor, ele recebe melhorias como o face-lift, que traz dianteira, traseira e interior remodelados.


Além disso, ele deve ganhar suspensão independente nas 4 rodas, antes restrita a versão topo de linha Highline. Há a possibilidade do Jetta ganhar uma versão mais básica que a Comfortline, que seria a Trendline, que viria tanto com o motor 2.0 AP para frotas como para venda física, porém com motor 1.4, que iria excluir alguns mimos, deixando-o mais em conta. A meta da Volkswagen é produzir cerca de 18.000 unidades do Jetta por ano, além do Highline com o motor 2.0 TSI, que segue vindo do México, que também deve ganhar o face-lift.


Volkswagen consegue o feito e Gol ultrapassa Fiat Palio e já impõe uma diferença de 1.186 unidades!


Ao que tudo indica, o Volkswagen Gol deve fechar 2014 como o líder do mercado, mais um vez. O hatch alemão, que até o final de Novembro estava perdendo o posto por 1.577 unidades, reverteu o jogo em Dezembro e coloca uma diferença de 2.763 unidades no mês, suficiente para colocar o Gol na dianteira do mercado por 1.186 unidades, mas nada está finalizado, já que há mais 6 dias úteis para o mercado vender as últimas unidades. E pelo visto, Volkswagen Gol e Fiat Palio tem grandes chances de ultrapassar a barreira das 20.000 unidades, algo que não acontece há muito tempo, mais de um ano para um mercado que se acirrou muito nos últimos 3 anos. Outro que deve vender muito bem em Dezembro e quebrar seu recorde de vendas é o Onix, que até ontem (22/12) vendeu 13.953 unidades, um pouco atrás do Palio, com 15.764 unidades e mais distante do Gol, com 18.527 unidades no mês. Em quarto surge a Strada, com 10.283, o quinto é o HB20 com 9.991 unidades, seguido pelo Ka com 9.336, Sandero com 9.036, Uno com 7.983, Prisma com 7.422 e a Saveiro em 10º com 7.365 unidades. Todos do TOP10 tem chances de vender mais de 10.000 unidades este mês, se seguirem com esse ritmo.


Fiat convoca recall de 10.035 unidades, que atinge 8 modelos, com problemas no câmbio Dualogic!


A Fiat está convocando seu segundo recall do ano, que atinge modelos como Novo Palio, Grand Siena, Strada, Punto, Idea, Bravo, Linea e Weekend. Todos os modelos envolvidos foram produzidos junto ao câmbio automatizado Dualogic, que deverão comparecer a uma concessionária da Fiat a partir de hoje (23/12). O problema está na falha no processo de montagem do atuador da embreagem do câmbio Dualogic, podendo causar dificuldade em arrancada, impossibilidade de engate de marchas e comprometimento na realização da troca de marchas. Segundo a Fiat, se não for sanado, esse problema pode causar danos físicos e materiais ao ocupantes do veículo.


Para solucionar o problema, os proprietários dos modelos citados acima deverão comparecer a uma concessionária da marca para trocar o atuador da embreagem. É preciso agendar para fazer a substituição, que demora cerca de 1 hora para a verificação e cerca de 6 horas para a troca do aduador. Para mais informações, os clientes podem entrar em contato pela Central de Relacionamento Fiat pelo 0800 (0800 707 1000 ou 0800 282 1001), além do site (www.fiat.com.br). Veja abaixo o final dos chassis dos modelos envolvidos no recall.


Final dos Chassis

  • Novo Palio: de 2236881 a 2245194
  • Grand Siena: de 3213714 a 3233830
  • Weekend: de 5063909 a 5072141
  • Punto: de 130865 a 1316168
  • Idea: de 2270163 a 2274376
  • Linea: 1569536 a 1572016
  • Bravo: de 9036650 a 9036482
  • Strada: de 7845988 a 7919023