domingo, janeiro 31, 2016

Borgward confirma novo conceito para Salão de Genebra, que pode ser uma versão Hybrid ou L do BX7


A Borgward deve apresentar um novo conceito no próximo Salão do Automóvel de Genebra, que ocorre em Março. A Borgward, marca alemã que ressurgiu recentemente através da chinesa Foton, prepara um novo conceito para o Salão de Genebra, em Março. Tudo leva a crer que será uma versão híbrida do BX7, apresentado em 2015. Além da versão híbrida, pode ser ainda uma versão L do BX7. A versão TS, apresentada ano passado, conta com motor 2.0 Turbo que desenvolve 224cv de potência, com câmbio automático de 7 velocidades e dupla embreagem, além de tração integral com acoplamento por embreagem de discos múltiplos, feito pela BorgWarner. Agora, a Borgward apresenta a versão PHEV, híbrida do tipo plug-in que conta com o mesmo motor 2.0 Turbo que desenvolve 224cv de potência, auxiliado a um elétrico que desenvolve 300cv, entregando de forma combinada, 401cv de potência e 66kgfm de torque. Este tem autonomia de 55km em modo EV e apresenta consumo médio de 43,5km/l com 55g/km de CO2. O SUV da Borgward vai de 0 a 100km/h em 6,4 segundos e tem máxima de 220km/h. Comenta-se que as vendas vão começar em 2016 na China e que na Europa, seu preço deve partir de €26.000, sendo a mesma faixa de preço do Volkswagen Tiguan na Alemanha. No Brasil o BX7 deve chegar em 2017 ou 2018.


Vídeos Automotivos: Test-Drive no Fiat Freemont 2.4 16v Precision



Inscreva-se: Canal Top Speed

Vídeos Automotivos: Drops #12 - Especial Pebble Beach (Laguna Seca)



Inscreva-se: Canal Garagem do Bellote

Vídeos Automotivos: Test-Drive com o Honda Civic EXR



Inscreva-se: Canal Garagem do Bellote

Vídeos Automotivos: Test-Drive com Porsche Panamera V6



Inscreva-se: Canal Garagem do Bellote

sábado, janeiro 30, 2016

Volkswagen Golf "Mk8" é adiantada para o Salão do Automóvel de Genebra em Março, na Suíça


A Volkswagen pode apresentar no próximo Salão do Automóvel de Genebra o Golf "Mk8". Chamado de "nova geração" pela Volkswagen, o Golf deve passar por um face-lift mais brusco, além de novidades na plataforma, design externo, pequenas novidades no interior como a nova central multimídia, além de uma nova dupla de motores. Conforme antecipa reportagem da revista alemã AutoBild, a marca resolveu apresentar a novidade ao público antes do previsto e a estreia até então programada para o fim do ano foi antecipada para Março. O Golf deve receber uma nova grade, para-choques revisados e faróis redesenhados. Há, no entanto, rumores que apontam para novidades mais profundas, com status até mesmo de “nova geração”. Certo mesmo é que o modelo evoluirá bastante em termos tecnológicos, adotando recursos modernos como quadro de instrumentos digital e sistema de entretenimento controlado por gestos. A marca alemã confirmou que a partir de 2017 deve apresentar o novo motor 1.5 TSi, que substitui os atuais 1.4 TSi (foto abaixo) e 1.6 TDi. Esses dois motores dão lugar a 1.5 TSi e 1.5 TDi, ambos com quatro cilindros, turbo e injeção direta. No caso do 1.5 TSI, a informação adicional é que este terá um novo turbo e desligamento de cilindros. A dupla chegará inicialmente pelo Golf. Apesar de ainda ser novo, o 1.4 TSi será trocado pelo 1.5 TSi como uma evolução natural dos propulsores, mas não deu nenhuma novidade sobre seu rendimento.


Jaguar confirma F-Type SVR para o Brasil ainda em 2016, que deve chegar no Salão de São Paulo


A Jaguar confirmou ainda para 2016 a chegada da versão SVR do F-Type, que deve ser apresentado oficialmente no Salão do Automóvel de Genebra, que ocorre na Suíça em Março. O motor 5.0 V8 SuperCharged que desenvolve 575cv de potência e torque de 58,4kgfm. Essa nova opção chegará exclusivamente com tração AWD e transmissão automática de 8 velocidades. Com esse conjunto, o Jaguar F-Type SVR 2017 vai de 0 a 100km/h em 3,7 segundos, bem menos que os 4,1/4,2 segundos das versões R AWD e R RWD, respectivamente. Na velocidade máxima, o F-Type Coupé SVR atinge a velocidade máxima de 321km/h enquanto o F-Type Roadster SVR atinge 313km/h é o principal destaque. Os freios não são de carbono-cerâmica, que continuam sendo vendidos como opcionais, mas diferencial de deslizamento limitado, suspensão adaptativa e rodas de alumínio aro 20" exclusivas são de série. O Jaguar F-Type SVR 2017 conta ainda com um kit aerodinâmico contendo novos para-choques, difusor de ar maior, spoilers mais proeminentes e escape quadruplo. A versão deve ser apresentada no Salão do Automóvel de Genebra em Março e no Brasil deve ser apresentada possivelmente no Salão do Automóvel de São Paulo, com lançamento durante o evento com preços na casa dos R$800.000, sendo a versão topo de linha do F-Type que vendeu 51 unidades em 2015, ficando atrás apenas de Chevrolet Corvette e Porsche 911.


Futuro nacional, JAC T5 deve ter preço inicial de R$59.900 e lançamento ocorre em Março, com câmbio manual


O principal lançamento da JAC para o ano de 2016 teve seu preços revelado no mercado brasileiro. O utilitário esportivo compacto da JAC, que deve enfrenar Lifan X60 e Chery Tiggo deve ter preço de R$59.900, que torna o utilitário bastante competitivo no segmento. Apesar de exercer um papel de secundário, o T5 deve ajudar muito a JAC a voltar a marcar presença no Top 20 de marcas. O T5 deve ser importado da China primeiramente e deve ser o primeiro automóvel da JAC a ser produzido na fábrica de Camaçari (BA) a partir de 2017. O modelo importado deve ser oferecido primeiramente com câmbio manual de 6 marchas e equipado com o motor 1.5 16v Flex que desenvolve 127/125cv de potência com torque de 15,7/15,5kgfm de força, com duas opções de câmbio: o manual de 6 marchas e um CVT, com 6 velocidades, simuladas. A JAC confirmou que os preços do T5 devem variar entre R$59.000 a R$72.000 e foi um dos principais destaques da JAC no último Salão do Automóvel de São Paulo, que ocorreu em 2014. Segundo a marca, a engenharia já rodou cerca de 1 milhão de km em território brasileiro com o novo SUV, o que possibilitou identificar precisamente os ajustes necessárias para deixa-lo ao gosto dos brasileiros. Fabricado sobre a mesma plataforma do J3, o T5 possui 4,32 metros de comprimento (8 cm a mais que o EcoSport), 2,64m de entre-eixos, 1,67m de altura e largura de 1,84m. Com câmbio automático CVT, o T5 deve ser vendido por R$72.000 (estimados, mas chute algo como R$71.900 ou R$72.900). O lançamento do T5 ocorre no mês de Março.


Especial Lançamentos #29: o que esperar da MINI para o Brasil no ano de 2016?


A MINI deve trazer uma variante do Cooper para o mercado brasileiro em 2016. Trata-se da carroceria Cabrio, que deve ser lançada no país em Março. Recentemente apresentada no último Salão do Automóvel de Tóquio. A última novidade da atual geração do Cooper faz sua estreia no primeiro trimestre de 2016, mais precisamente em Março do ano que vem. O novo Cooper Cabrio se destaca pelo seu design atualizado e o interior com melhorias, também encontradas na mecânica. Equipado com uma capota de lona, com direito a uma estrutura multi-camada e novo mecanismo, que promete ser mais silencioso. O teto pode ser aberto ou fechado a velocidades de até 30km/h, em 18 segundos. Como opção, a marca vai oferecer o padrão Union Jack para o tecido da capota. Em relação a antiga geração, o Cooper Cabrio ficou 98mm mais longo, 44mm mais largo e 1mm mais alto, agora com 3,82 metros de comprimento, 1,72m de largura e 1,41m de altura. O porta-malas cresceu 25% em sua capacidade, chegando a 215 litros com a capota fechada ou 160 litros com a capota aberta. Com as alterações estruturais e do mecanismo do teto, o Cooper está 120kg mais pesado em relação a carroceria de três portas. O Cooper Cabrio será oferecido com motor 1.5 12v Turbo que desenvolve 136cv de potência e a 2.0 16v Turbo que entrega 192cv, sendo que o 2.0 já foi confirmado para o Brasil e poderá ser a única motorização a ser vendida. Os preços devem se aproximar dos R$140.000 aos R$150.000, estimados. Além dele, a versão JCW do Cabrio deve ser apresentado durante o Salão de São Paulo. Na mecânica segue o motor 2.0 16v Turbo que desenvolve 231cv de potência e torque de 32,6kgfm, um ganho de 20cv de potência e 4,5kgfm de torque. O Cooper Cabrio JCW pode ser equipado com duas opções de câmbio: o manual de 6 marchas, o carro vai de 0 a 100km/h em 6,6 segundos (0,3 segundos mais rápido que o anterior) e alcança velocidade máxima de 241km/h. Já com a transmissão automática, também de 6 velocidades, o MINI alcança os 100km/h em 6,5 segundos e tem máxima de 240km/h.


Nos EUA, Nissan Sentra pode ganhar um novo motor que possivelmente pode ser o 1.6 DIG-T de 163cv


A Nissan deve aposentar o motor 1.8 16v a gasolina que desenvolve 132cv de potência para o Sentra nos EUA. O sedã médio, que recebeu um face-lift no último Salão do Automóvel de Los Angeles, deve ganhar a companhia de um motor turbo, pela primeira vez. A Nissan North American teria dito ao site Wards Auto que o sedã Sentra terá em breve um novo motor. Michael Bunce, Vice-Presidente de Planejamento de Produto, não deu detalhes sobre qual seria esse propulsor. As fichas recaem sobre o 1.6 DIG-T Turbo, que desenvolve 163cv de potência e torque de 24,5kgfm, com câmbio automático CVT. Caso venha a ser lançado no Sentra, o motor também tem chances de chegar ao Brasil futuramente, uma vez que o atual motor 2.0 16v Flex já possui alguns anos de estrada e já não se enquadra com os atuais padrões. O face-lift, deixou o Sentra bem mais esportivo. Entre as novidades no visuais, o Sentra ganhou novos faróis dianteiros em estilo bumerangue, nova grade dianteira em estilo "V", novo para-choque dianteiro e traseiro, noco capô, novas rodas de liga leve de 16" ou 17" polegadas e novo layout das lanternas de LEDs. No interior, as novidades ficam por conta do novo volante, cluster redesenhado, novo console e alavanca do câmbio. O painel de instrumentos ganhou um novo display central com melhor resolução. Entre os novos itens de série, o Sentra ganha ar-condicionado dual zone, sistema de áudio premim da Bose e sistema de acesso sem chave, além dos serviços NissanConnect, controle de cruzeiro inteligente e alerta de pontos cegos, entre outros. O objetivo da Nissan em trocar o motor seria competir em pé de igualdade com a nova geração Honda Civic.


Renault Kwid ganha motor 1.0 12v a gasolina na Índia e é flagrado com camuflagem leve na Europa


Além do Brasil, o Renault Kwid deve ser vendidos em outros mercados. Atualmente o hatch é vendido apenas na Índia, onde ganhou uma nova opção de motorização. Trata-se do 1.0 12v a gasolina que deve ser lançado nos próximos dias no Índia Auto Expo. De acordo com a imprensa local, o melhor desempenho do novo propulsor permitirá à Renault oferecer, como opcional, até o câmbio automatizado Easy-R de embreagem única, o mesmo oferecido no Sandero e Logan por aqui. No Brasil, o Kwid terá motor 1.0 3-cilindros emprestado do Nissan March, mas ainda não temos notícia sobre versão automatizada. A potência desse motor no Kwid nacional deve ser diferente ao que é usado pela March, que desenvolve 77/77cv de potência com torque de 10,1/10,1kgfm. E, o Kwid foi flagrado com camuflagem leve rodando na Holanda. Até então destinado a mercados emergentes, o Kwid pode sim ir rumo a Europa como um automóvel de baixo custo da Renault, até mesmo da Dacia. O Kwid também pode acabar sendo feito no Magreb, tanto no Marrocos quanto na Argélia. Com a crise do mercado russo, ele poderia acabar atendendo o Leste Europeu no máximo. No Brasil o Kwid deve ser oferecido em Outubro e deve ser apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, para concorrer com Volkswagen up! e Fiat Mobi, substituindo o Clio.


Hyundai reajusta os preços do HB20 e HB20S no país, que começam em R$40.545 e R$47.775 respectivamente


A Hyundai confirmou os novos preços de HB20 e HB20S que estão valendo nas concessionárias desde a última semana. O hatch compacto já custa mais de R$40.000 na versão de entrada, enquanto o HB20S já ultrapassa a barreira dos R$47.000 com motor 1.0 12v Flex. Para ser mais completo, o HB20 agora parte de R$40.545 ante R$38.995. Já o HB20X pulou de R$55.395 para R$56.945. Por fim, o HB20S foi de R$46.225 para R$47.775. Vale destacar que os preços não trouxeram nenhuma novidade mecânica e sim apenas a alta do Dólar, que afeta a importação de algumas peças, que ainda são importadas. Os preços, assim como o da concorrência, pode assustar. A versão topo de linha do HB20 está sendo vendida por R$61.295, enquanto o HB20X está R$64.245 na mais cara. A mesma situação ocorre com o HB20S, que chegou a R$64.575 na versão topo de linha. Os compactos usam motores 1.0 12v Flex, que desenvolve de 80/75cv de potência e 10,2/9,4kgfm de torque, com câmbio manual de 5 marchas. Já o motor 1.6 16v Flex rende 128/122cv de potência e entrega torque de 16,5/16kgfm, com opção de câmbio manual de 6 marchas ou automático, de 6 velocidades, contra o manual de 5 marchas e o automático de 4 velocidades, vendido atualmente. Com os novos câmbios, a Hyundai diz que o HB20 ficará mais econômico e deve usufruir mais do motor 1.6. Este motor, inclusive, ganha sistema de aquecimento do etanol que dispensa o tanquinho para a partida a frio, mantido na versão 1.0 12v Flex.


Tabela de Preços

  • HB20 1.0 Comfort – R$38.995 – R$40.545
  • HB20 1.0 Comfort Plus – R$42.595 – R$43.745
  • HB20 1.0 Comfort Style – R$46.345 – R$47.895
  • HB20 1.6 Comfort Plus – R$48.745 – R$50.295
  • HB20 1.6 Comfort Style – R$51.845 – R$53.395
  • HB20 1.6 Comfort Plus Automático – R$52.745 – R$54.595
  • HB20 1.6 Comfort Style Automático – R$55.845 – R$57.695
  • HB20 1.6 Premium Automático – R$59.445 – R$61.295
  • HB20X 1.6 Style – R$55.395 – R$56.945
  • HB20X 1.6 Style Automático – R$59.395 – R$61.245
  • HB20X 1.6 Premium Automático – R$62.395 – R$64.245
  • HB20S 1.0 Comfort Plus – R$46.225 – R$47.775
  • HB20S 1.0 Comfort Style – R$49.975 – R$51.525
  • HB20S 1.6 Comfort Plus – R$51.525 – R$53.525
  • HB20S 1.6 Comfort Plus AT – R$55.525 – R$57.825
  • HB20S 1.6 Comfort Style MT – R$54.625 – R$56.625
  • HB20S 1.6 Comfort Style AT – R$58.625 – R$60.925
  • HB20S 1.6 Premium AT – R$62.275 – R$64.575

Ford apresenta Sync III no Brasil, que traz conectividade com Apple Car e Android Auto


A Ford apresentou nessa semana a nova geração da central multimídia Sync III, que deve estrear na nova geração do Edge e no face-lift da Ranger no Brasil. A apresentação ocorreu no Campus Party, no pavilhão do Anhembi em São Paulo (SP). A principal novidade da terceira geração da central multimídia são a conectividade com Android Auto do Google e Car Play da Apple. Além disso, a empresa ainda oferece aos participantes do evento o Ford Garage Lab, dedicado à experimentos de tecnologia. As duas plataformas mais vendidas do mundo deverão ser facilmente conectadas aos automóveis da Ford, que permite reproduzir no SYNC 3 mapas em 2D ou 3D do Google Maps, assim como Google Play Música, Apple Siri, Apple iTunes, entre outros aplicativos dedicados dos dois fabricantes. A conexão pode ser feita por USB ou Wi-Fi, permitindo ao motorista ou passageiros utilizar mídia, telefonia e navegação com a mesma interface dos smartphones e tablets Android e iOS, bem como enviar e receber mensagens, utilizados comandos de voz. As principais concorrentes do Sync III no Brasil são a segunda geração do MyLink da Chevrolet e o AppConnect da Volkswagen, ambos com a mesma conectividade do da Ford.


Opel apresenta GT Concept que estará no Salão do Automóvel de Genebra com motor 1.0 Turbo de 145cv


A Opel está divulgando as primeiras imagens do GT Concept, uma das atrações da marca alemã no próximo Salão do Automóvel de Genebra, que ocorre em Março na Suíça. Como uma proposta de esportividade compacta da Opel, o GT deve ressuscitar nos próximos anos. O coupé possui entre os seus destaques os faróis de LED, capô baixo e curvilíneo, portas integradas aos para-lamas dianteiros, teto panorâmico, vidro traseiro envolvente, lanternas compactas de LED e escape duplo embutido no protetor. Apesar de não apresentar imagens do interior, o GT Concept terá um console central elevado com elemento vazado, assim como cluster com dois instrumentos circulares e difusores de ar redondos, enquanto o volante é quase quadrado. Na mecânica, a Opel confirmou que o GT Concept usa o 1.0 12v Turbo que desenvolve 145cv de potência e 20,8kgfm de torque. Essa potência parece ser um indicativo de que o pequeno propulsor de três cilindros com Turbo logo ficará mais potente na linha Opel. O Opel GT Concept pesa menos de 1.000kg e acelera de 0 a 100km/h em 8 segundos, atingindo máxima de 215km/h. Mais novidades devem ser apresentadas no próximo Salão de Genebra.


Nova geração do Kia Rio deve ganhar versão esportiva GT com motor 1.6 Turbo de 180cv


Apesar de estar desembarcando no Brasil no fim desse ano, uma nova geração do Kia Rio deve ser lançada no início de 2017, ainda no primeiro semestre deste ano. E, nesta nova geração a Kia decidiu que o hatch compacto premium deve combater o New Fiesta Hatch, Peugeot 208, Renault Clio e Volkswagen Polo para valer. Com isso, deve ganhar uma nova versão GT. Essa deve ser equipada com motor 1.6 Turbo que atualmente pode equipar o Optima e o Cerato. Esse motor desenvolve 180cv de potência, que deve brigar com a versão ST do New Fiesta, GT de 208 e Clio e GTI do Polo. O homem por trás do desenvolvimento do Rio GT é Albert Biermann, ex-chefe da divisão M da BMW. A nova geração do compacto estreia em 2017 e será baseada em uma plataforma mais leve. O ganho em dinâmica e dirigibilidade certamente contarão pontos a favor para a versão esportiva, que deve trazer novidades visuais e no chassi quando comparado as versões civis. Na dianteira, a nova geração do Rio deve trazer faróis devem ser triangulares e posicionados nas extremidades da frente, algo parecido com o Sportage, porém mais simples. A grade frontal também deve lembrar o Sportage e o KX3. A traseira é alta e conta com vidro braseiro bastante inclinado. O flagra indica que o Rio terá, assim como o Sportage, lanternas totalmente vermelhas.


sexta-feira, janeiro 29, 2016

Toyota lidera vendas mundiais mais uma vez em 2015, seguido de Volkswagen e Chevrolet


A Toyota foi a marca mais vendida do mundo mais uma vez em 2015. Enquanto a Volkswagen liderou durante todo o primeiro semestre do ano, o Diesel Gate fez a marca perder as forças no ano, deixando a Toyota ultrapassar. De acordo com os números divulgados, a gigante japonesa fechou o ano passado com 10,15 milhões de unidades vendidas globalmente, o que representa queda de 0,8% sobre o montante de 2014. Os destaques positivos foram para as marcas Toyota e Lexus (ambas com 0,5% de aumento), mas a Daihatsu se saiu mal e encolheu consideráveis 13,3%. Ficando com a vice-liderança, a Volkswagen emplacou 9,93 milhões, número que é 2% inferior a 2014, quando emplacou 10,14 milhões de unidades. Houve queda nas marcas Volkswagen (-4,8% na divisão de passeiros e -3,5% na comercial), MAN e Scania. Já as altas foram para Audi (3,6%), Skoda (1,8%), Seat (2,4%) e Porsche (18,6%). Em terceiro lugar, o grupo GM, que já liderou o mercado mundial de 70 anos. Em 2015, a GM emplacou 9,84 milhões de unidades, uma alta de 0,2% em relação a 2014 e foi a única dos três que conseguiu crescer em relação a 2014, sendo o terceiro crescimento consecutivo. As maiores baixas foram para as marcas Chevrolet (queda de 6,9%, para 4,42 milhões de emplacamentos), Holden (-2,1%, para 116.971 unidades) e a chinesa Wuling (-7,5%, para 1,46 milhões de carros. Já os destaques positivos correspondem a Buick (+8,7%), GMC (+10,9%), Cadillac (+7,5%), Opel/Vauxhall (+3,4%) e Baojun (+173,4%).



Volkswagen confirma evento de lançamento de Gol e Voyage para o dia 18 de Fevereiro com motor 1.0 12v Flex


O "novo velho" Gol e Voyage deverão ganhar um tapa no visual no próximo dia 18 de Fevereiro. E, finalmente o motor 1.0 8v Flex deixará de ser oferecido em todos os automóveis da Volkswagen. Isso por que o Gol também deverá adotar o moderno 1.0 12v MPI Flex que já equipa up! e Fox. O face-lift do Gol deve ser bastante discreto, esperando apenas o final de 2017 para apresentar a nova geração do hatch compacto, feita sobre a plataforma MQB. As mudanças em Gol e Voyage deverão ser sutis e trazem novos faróis, com layout diferenciado e com LEDs diurnos, que dão um ar mais caprichado, além de nova grade e novo para-choque dianteiro, redesenhado e ficando parecido com que é usado pelo Polo. A tomada de ar na dianteira serão um pouco mais alta e os faróis de neblina passam a ser retangulares e estreitos. A traseira, pouca coisa deve mudar. No Gol e no Voyage, é certo que deve ter um face-lift no layout das lanternas, onde alguns falam até em um novo conjunto. No interior, as novidades ficam por conta da central multimídia com tela touch screen App Connect, que possui conectividade com Mirror Link, Apple Car e Android Auto. O interior do Gol/Voyage deve ser idêntico (se não uma cópia) ao interior do Polo europeu. Assim, o Gol deve melhorar consideravelmente o acabamento interno, tido como hoje um dos principais problemas do compacto. O Gol e o Voyage deverão usar os motores 1.0 12v MPI Flex que desenvolve 82/76cv de potência com torque de 10,4/9,7kgfm, o 1.6 8v Flex se mantém como opção intermediária e desenvolve 104/101cv de potência, enquanto as versões topo de linha usarão o motor 1.6 16v MSI Flex que entrega 120/110cv de potência e torque de 16,8/15,8kgfm. Esse último deve ser usado pelas versões Highline e Rallye. Os preços não devem mudar muito em relação aos atuais. A Saveiro deve ser lançada depois, mas ainda no primeiro semestre.


Projeção: AutoREALIDADE

Site flagra a nova geração do Fiat Punto brasileiro na Europa, que deve ser lançado no primeiro semestre de 2017


A nova geração do Fiat Punto brasileiro foi flagrado com camuflagem pesada pelo site Motor1.com. O nosso Punto foi flagrado na Europa já com carroceria definitiva. Previsto para ser lançado no primeiro semestre de 2017 flagrou a mula do modelo nacional mas já com dimensões do modelo de produção. Apesar de ter frente de Grand Siena e traseira do Palio, o novo Punto com carroceria definitiva começa a rodar entre os meses de Maio a Junho e as primeiras unidades VPs (verifica processo) devem acontecer em Julho. O Salão do Automóvel de São Paulo, que ocorre entre os dias 10 a 20 de Novembro desse ano pode ser o palco de estreia da nova geração do hatch. Rumores dão conta de que o design do novo Punto terá inspiração no atual Tipo, já a venda na Europa. A traseira, no entanto, deverá manter o padrão de lanternas horizontais. O interior também deverá contar com elementos do Tipo. O novo Punto deve oferecer câmbio automático de 6 velocidades (o mesmo que equipa o Jeep Renegade e a Fiat Toro), ESP (Controle Eletrônico de Estabilidade) e Start&Stop (sistema que desliga o motor em paradas como semáforo, para diminuir o consumo). O câmbio automático deve finalmente substituir o Dualogic Plus e deve oferecer paddle-shifts. O câmbio manual tem grandes chances de ser de 6 marchas, especialmente no caso do 1.8, como forma de reduzir o consumo. Como já se sabe, o Punto deve ser oferecido com três opções de motores: o  1.4 GSE que deve entregar cerca de 100cv de potência e torque na casa dos 14kgfm. O 1.6 16v Flex que também deve ganhar ajustes e as versões topo de linha continuam usando o 1.8 16v EtorQ, porém recalibrado, desenvolvendo cerca de 138/134cv de potência.



Fotos: Motor1.com

Toyota deve apresentar a nova geração da Hilux SW4 nos dias 15 e 16 de Fevereiro, com motor Diesel


A nova geração da Toyota Hilux SW4, que era para ter sido lançada no final de 2015 e ficou para o primeiro trimestre de 2016, já tem uma data para ser lançada no Brasil. A Toyota escolheu os dias 15 e 16 de Fevereiro para apresentar o novo utilitário esportivo baseado na picape Hilux que deve enfrentar principalmente Chevrolet TrailBlazer e Mitsubishi Pajero Dakar. A nova geração do utilitário deve chegar ao mercado primeiramente com motor 2.8 Turbo Diesel que desenvolve 181cv de potência com torque de 42,8kgfm com câmbio manual de 6 marchas ou 45,9kgfm de torque quando equipada com câmbio automático de 6 velocidades. Porém o câmbio manual para o motor 2.8 Turbo Diesel deve ser especial do mercado argentino. Segundo informações, o motor 2.8 será oferecido apenas com câmbio automático de 6 velocidades. A versão 2.7 16v Flex deve ser lançada no segundo semestre de 2016, junto da picape. A lista de equipamentos padrão traz volante multifuncional, rodas aro 17″, porta-luvas refrigerado, ar-condicionado e sistema de som com Bluetooth/CD/USB. Nas versões mais caras, o destaque fica por conta de itens como sete airbags, rodas de 18" polegadas, sistema de entretenimento com tela de sete polegadas, sistema de condução EcoDrive, bancos em couro com ajustes elétricos, ar-condicionado automático e chave presencial com partida sem chave, entre outros itens. No Brasil, a nova geração deve ter preços próximos a casa dos R$200.000 e no segundo semestre ficaria mais em conta com a chegada da motorização Flex.


Especial Lançamentos #28: o que esperar da Mercedes-Benz para o Brasil no ano de 2016?


Substituto do GLK, o GLC deve oferecer motores a gasolina, diesel e híbrido. Entre as versões, o GLC está 19% mais eficiente e oferece a versão 220 d4MATIC com motor 2.0 de 170cv de potência e 40,8kgfm de torque, enquanto a versão 250 d4MATIC com o mesmo 2.0 Diesel, mas entrega 204cv e 50,9kgfm de torque. Aqui, espera pela versão 250d.  Com motores a gasolina, o GLC oferece a versão 250 4MATIC com 211cv e 35,7kgfm, a versão 350 e4MATIC híbrido do tipo plug-in que usa um motor 2.0 Turbo a gasolina de 211cv e um motor elétrico de 116cv. Com esse motor, o 0 a 100km/h é realizado em 5,9 segundos, atingindo uma velocidade máxima de 235km/h e viajar até 34km somente com eletricidade. Com qualquer motorização, a Mercedes-Benz oferece câmbio automático de 9 velocidades e tração integral. Com preços na casa dos R$400.000, o GLE Coupé deve ser vendido nas versões GLE 350d 4MATIC Coupé, o 3.0 V6 que rende 333cv e torque de 49kgfm no GLE 400 4MATIC Coupé e o 3.0 V6 capaz de desenvolver 367cv na versão GLE 450 4MATIC Sport AMG Coupé, sempre com câmbio automático de 9 velocidades. A topo de linha, GLE 450 AMG se torna o rival direto do X6M. Sua chegada está prevista para o primeiro trimestre. Trata-se do primeiro utilitário da Mercedes-Benz com carroceria estilo coupé, que também deve ser lançado no GLC futuramente.


Apresentada oficialmente no Salão do Automóvel de Detroit, a Mercedes-Benz confirmou uma data para a vinda da nova geração do Classe E ao mercado brasileiro: segundo semestre ou final de 2016. O novo Classe E muita lembra o Classe C no exterior e o Classe S no interior e deve usar o melhor de cada para voltar a liderança ao segmento, que perdeu para o BMW Série 5 em 2015. Os planos da Mercedes-Benz é trazer o novo Classe E ao Brasil já em Agosto de 2015, mas não tem certeza, porém, se todas essas mordomias estarão embarcadas. Por aqui, a Mercedes tem tido dificuldades em homologar a frequência de rádio que utiliza em suas assistências ativas. No Brasil, o novo Classe E deve ser oferecido nas versões E200, E250 e E400 4MATIC e futuramente a E63 AMG. A primeira conta com o motor 2.0 Turbo que desenvolve 248cv de potência enquanto a E400 conta com um 3.0 de seis cilindros Turbo que desenvolve 337cv e 49kgfm, sempre acoplado a um câmbio automático de 8 velocidades. Os preços devem ficar na casa dos R$270.000. A Mercedes-Benz finaliza o processo de troca de nome de alguns de seus automóveis. Depois de GLK, Classe ML, Classe GL virarem GLC, GLE e GLS respectivamente, faltava apenas o SLK. Não falta mais. O roadster alemão acaba de mudar o seu nome, que passa a ser chamado de SLC, fazendo parte assim da família do Classe C. Com o SLC, a marca encerra as novidades previstas para 2015 e muda para ganhar o mesmo face-family da marca alemã. Por fora, o SLC incorpora novos faróis, para-choque com entradas de ar mais amplas e traseiro. Além de grade frontal "diamante", lanternas com novo layout, assim como as rodas. No interior as mudanças foram mais leves, mas é possível notar o volante inédito e novos revestimentos na formação do acabamento do painel. O SLC deve ser vendido em duas versões: a primeira é a 300 e a segunda é a AMG 43. A primeira terá sob o capô um motor 2.0 Turbo, capaz de gerar 244cv de potência e 37,7kgfm de torque. Já a versão mais potência será impulsionada por bloco 3.0 V6 biturbo de 367cv e 53kgfm. Ambos vão trabalhar com o câmbio automático 9G-TRONIC de 9 velocidades da Mercedes. Segundo a fabricante, o SLC 300 alcança os 100km/h em 5s7, atingindo velocidade máxima de 209km/h. O lançamento ocorre no fim do ano com preços na casa dos R$265.000.


O Classe C Coupé deve chegar entre Março ou Abril como comunica a marca alemã. O coupé deve chegar nas versões 250, 450 e AMG, dispensando ainda a C200. A versão de entrada vem com motor 2.0 16v Turbo que desenvolve 211cv de potência com câmbio automático de 7 velocidades. A 450 AMG faz sua estreia, com potência de 367cv e o C 63 AMG S com motor 4.0 V8 twin-turbo de 510cv, com câmbio automático SPEEDSHIFT AMG de 7 velocidades. Primeiramente, o Classe C Coupé chega apenas nas versões 250 e 450 AMG. A C 63 AMG S será apresentada no Salão do Automóvel de São Paulo. O poderoso 4.0 V8 biturbo desenvolve até 510cv de potência e torque de 71,3kgfm na versão S, enquanto a AMG de "entrada", conta com potência de 482cv e 66,2kgfm de torque. Vendido sob encomenda, o Classe S Cabriolet chega ao Brasil na sua versão mais cara, o Classe S Cabriolet deve ser oferecido com motor 4.7 V8 que desenvolve 455cv de potência no S500 Cabriolet, o 5.5 V8 que desenvolve 585cv de potência e torque de 91,8kgfm para a versão S63 AMG 4MATIC, que acelera de 0 a 100km/h em 3,9 segundos. Os preços do Classe S Cabriolet deve passar dos R$1.000.000.


Lançado ontem no Brasil, o reestilizado Classe A trouxe mudanças sutis como nova grade dianteira, novo para-choque dianteiro (nova entrada de ar) e traseiro, faróis e lanternas com novo layout e com LEDs, LEDs diurnos nos faróis, nova saída do escape e novas rodas de liga leve. No interior, destaque para o novo quadro de instrumentos, novos materiais usados no acabamento, bancos com novo formato e uma nova geração da central multimídia, agora de 8" polegadas touch screen, que traz conectividade com Apple CarPlay e Mirror Link. O interior vem tecido ARTICO, sendo preto com detalhes verdes e vermelhos no A200 e microfibra DINAMICA nos A250 e A45 AMG. A versão 45 AMG está mais potente e chega a 381cv. Os preços começam em R$136.900 e chegam a R$292.900. Com três anos de mercado, a atual geração da Mercedes-Benz Sprinter deve receber um pequeno face-lift para crescer na vida. Com o Vito servindo como base, a Sprinter tem liberdade de encarecer. O furgão deve receber novidades principalmente na dianteira, onde ganha nova grade dianteira e detalhes cromados, para-choque mais envolvente, capô redesenhado e novos faróis de acordo com o face-family da marca. Haverá ainda um novo volante com comandos para o computador de bordo, Bluetooth e sistema de som, além de bancos maiores e com novo estofamento. A marca confirmou a chegada do face-lift da Sprinter para Fevereiro de 2016. Entre os itens de série, a nova Sprinter deve ganhar controle de estabilidade com assistência anti-vento lateral, que minimiza a incidência do vento a partir de 80km/h, disponível apenas para as versões com 3,88 toneladas de peso bruto. Comemorando os 20 anos de produção na Argentina, o Sprinter deve manter a mesma mecânica do modelo atual. O motor 2.1 Turbo Diesel, que desenvolve entre 114cv e 28,5kgfm de torque a 146cv e 33,7kgfm, sempre com câmbio manual de 6 marchas.


O roadster alemão deve ser uma das principais atrações do Salão do Automóvel de Los Angeles, nos EUA. Depois de apresentar o teaser do modelo, a Mercedes-Benz acabou deixando as imagens oficiais vazarem e o conversível foi revelado por inteiro. Publicado pelo site World Car Fans, o novo SL 2017, assim como as versões SL 63 AMG e SL 65 AMG foram revelados. Entre as principais novidades do SL 2017 estão concentradas na dianteira com um novo conjunto que muda faróis, grade "diamantada", capô e para-choque dianteiro. Na lateral a principal mudanças fica com as novas rodas de liga leve e a traseira possui novo layout das lanternas e mudanças sutis no para-choque traseiro. Como um face-lift geralmente não traz muitas novidades no interior, o SL recebe apenas uma nova tela (maior) do sistema multimídia e um novo botão para o sistema Select, que permite escolher entre vários modos de condução. Um dos mais emblemáticos Mercedes-Benz, o SL vem mudando constantemente. Nesse face-lift ele adere detalhes em fibra de carbono, assim como novos modos de condução: Individual, Comfort, Sport, Sport+ e Race. Um novo controlador de ESP e suspensão foi introduzido. Detalhes dos motores não foram revelados, mas sabe-se que estão mais potentes e o câmbio automático passa a ser o 9G-TRONIC de 9 velocidades e fontes indicam que ele tenha ganhado o sistema Active Body Control com função de inclinação em curvas. No Brasil deve continuar sendo vendido sob encomenda. A Mercedes-Benz deve trazer ao Brasil, a CLA Shooting Brake, uma das mais belas stations, digamos que, "acessíveis", do mercado atualmente. Uma das únicas marcas que confia ainda nas stations, a Mercedes-Benz deve trazer a CLA Shooting Brake nas mesmas versões do sedã CLA, ou seja, as versões 200, 250 e AMG estão quase certas para o Brasil. A primeira se beneficia do motor 1.6 Turbo de 156cv de potência, enquanto a versão intermediária, a 250 traz o motor 2.0 Turbo de 211cv de potência, sempre com câmbio automático de 7 velocidades e a versão apimentada, a AMG traz o poderoso motor 2.0 Turbo, que desenvolve 360cv de potência e torque de 45kgfm de força, com tração integral 4MATIC e câmbio automático AMG SpeedShift DCT, de 7 velocidades, também. Depois de mudar a nomenclatura de GLK e Classe M para GLC e GLE respectivamente, a Mercedes- precisa trocar apenas o nome do grandalhão. Maior já fabricado pela marca, o GLS se aproxima do Classe S e traz novidades no design. Em relação ao GL, o GLS traz algumas novidades como novos faróis com luzes diurnas de LED, nova grade com dois filetes, para-choque dianteiro com aberturas maiores e spoiler de alumínio integrado, lanternas traseiras com novo layout interno, saídas de escape redesenhadas e novo difusor. No interior, a novidade fica por conta do acabamento com algumas mudanças e adicionou novos recursos como novo sistema de entretenimento com tela de 8" polegadas controlado por um touchpad no console. Há ainda um novo volante de três raios, revestido em couro napa. Como opcional, o GLS oferece um sistema de ionização do ar, que melhora a qualidade do ar na cabine. O GLS deve chegar no "finzinho" desse ano.


FCA confirma fim de linha para Dodge Dart e possivelmente Chrysler 200 em 2017


Quem diria que os norte-americanos deixariam de comprar sedã para comprar utilitários esportivos. Com o preço da gasolina bem barata nos EUA, a FCA confirmou que não há necessidade de manter Dodge Dart e Chrysler 200 em linha e ambos podem sair de linha dentro de 18 meses, cerca de 1 ano e meio. A confirmação veio de Sergio Marchionne, chefão da FCA que revelou as novas estratégias e mudanças que vão ocorrer no portfólio de produtos das marcas do grupo. Segundo o executivo, que vê a ascensão dos utilitários esportivos cada vez maior, assim como as picapes. Por isso foi anunciado que os sedãs Dodge Dart e Chrysler 200 serão cortados do portfólio nos Estados Unidos dentro do prazo de 18 meses. A apresentação da FCA aos investidores mostra que a “mudança de mercado, de carros para picapes e utilitários, agora é vista como uma alteração permanente na demanda”, e a FCA quer responder o mais rápido possível a isto. Porém Marchionne não foi muito claro, e a produção de Dodge Dart e Chrysler 200 seria realocado para o México, como foi especulado no fim do ano passado, deixando assim de ser produzido nos EUA, mas não o fim de linha dos dois automóveis que sequer chegaram ao fim de seu ciclo produtivo. Nos EUA, tanto o Dart quanto o 200 foram mal recebidos pela crítica automotiva e não empolgaram nas vendas (em dezembro de 2015 a soma de emplacamentos de ambos nos EUA foi de 15.310 foi menor que as vendas do Jeep Cherokee [24.049], que usa a mesma plataforma).


Kia divulga novos detalhes da nova geração do Cadenza na Coréia do Sul e estará no Salão de Genebra


A Kia finalmente divulgou novas imagens do Cadenza, que chega completamente renovado em sua segunda geração. Com apresentação marcada ainda para o primeiro semestre de 2016 na Coréia do Sul, o sedã teve novos detalhes revelados e as primeiras imagens do interior revelados. Vendido como K7 na Coréia do Sul, o Cadenza deve causar impacto com seu design mais moderno e sofisticado. A versão de entrada vendida na Coréia do Sul será equipada com o motor 2.4 16v aspirado que desenvolve 190cv de potência e torque de 24,6kgfm. No topo da gama estão o 3.3 de seis cilindros Turbo que desenvolve 290cv de potência e 34,9 kgfm de torque e um 2.2 Turbo Diesel de 201cv e 44,9kgfm. O câmbio é automático de 8 velocidades. Medindo 4,96 metros de comprimento e 1,87m de largura, o novo Cadenza pesa entre 1.565 kg e 1.670 kg, dependendo da versão. A cabine ficou mais refinada e ganhou head-up display, sistema de som premium, três opções de acabamento em couro e apliques em madeira. O carro é equipado com sistema de freio de emergência autônomo, que para o automóvel caso perceba que o motorista não o fará, além de alerta para quando o veículo está saindo da pista, controle de velocidade em rodovias e sistema que controla a necessidade de utilizar a lanterna no máximo de luminosidade ou não. O Cadenza 2017 também tem som da Krell e display acima do volante, além de outra tela no painel, essa para o sistema multimídia. Mais novidades deverão ser revelados no Salão do Automóvel de Genebra, em Março e onde será apresentado ao mercado europeu.