terça-feira, fevereiro 28, 2017

Alpine apresenta oficialmente as primeiras imagens do A110, que será uma das estrelas do Salão de Genebra


Depois de apresentar o Vision Concept e os teaser, a Alpine apresentou as primeiras imagens do modelo de produção do seu primeiro automóvel da sua volta e confirma o nome A110, o mesmo nome do modelo vendido entre 1961 a 1977. O modelo vem para concorrer com Alfa Romeo 4C, Porsche 718 Cayman, Audi TT, entre outros. O design fala por si só e não esconde inspiração no clássico e no conceito. Apesar daquele ar retrô, o A110 conta com aspecto moderno. Construído sobre uma plataforma de alumínio, ele conta com assoalho plano e difusor traseiro para melhorar a aerodinâmica sem precisar de um aerofólio. A construção moderna também ajudou o cupê de tração traseira a ter peso pluma, sendo pouco acima de 1.000kg. Na mecânica, nada confirmado, mas estima-se que ele use um 1.8 Turbo derivado do 1.6 Turbo do Renault Clio R.S., com potência entre 250cv a 300cv, embora um motor 2.0 Turbo não seja descartado também. A aceleração de 0 a 100km/h será feita em 4,5 segundos. Mais detalhes e informações serão revelados no dia 7 de Março, na sua apresentação para a imprensa no Salão de Genebra. Vale destacar que no Brasil a Renault estuda a possibilidade de vender a marca como premium no nosso mercado, concorrendo com Audi, BMW e Mercedes. Futuramente ela deve trazer mais modelos e espera-se um SUV, também esportivo.



DS apresenta 7 Crossback oficialmente para o Salão do Automóvel de Genebra como primeiro SUV global


Depois de apresentar o teaser do 7 Crossback, a DS enfim apresenta o seu primeiro utilitário esportivo global no Salão do Automóvel de Genebra. Facilmente reconhecido como um DS graças a enorma grade dianteira, o modelo aposta num design moderno para emplacar o utilitário nos países onde será comercializado. Entre os destaques do seu design estão os faróis Active LED Vision, que emitem uma luz roxa quando o carro é ligado. As lanternas de LED têm efeito 3D e as rodas de liga leve são aro 20 polegadas estilo Paris. A carroceria tem 4,57 metros de comprimento, 1,62 metro de altura e 1,89 metro de largura. No interior, o ambiente tem um estilo bem particular, chamado Art Rubis com couro Nappa nos assentos e couro no painel. O quadro de instrumentos é digital e configurável, enquanto a grande central multimídia (que salta aos olhos) de 12 polegadas conta com detalhes cromados e botçoes estilizados. As linhas retilíneas do interior de modo geral agradam bastante. O DS 7 Crossback ainda possui um relógio BRM no alto do painel. O SUV possui tecnologia de condução semiautônoma DS Connected Pilot, além de visor noturno DS Night Vision. DS Active Scan Suspension, que utiliza uma câmera de alta resolução para detectar ondulações, depressões e buracos na pista, adaptando o conjunto de amortecimento para passar com mais conforto sobre esses obstáculos. Na gama de motores, o DS 7 Crossback conta com motor híbrido que desenvolve 304cv de potência graças ao uso de dois motores elétricos que desenvolvem 109cv cada e o 1.6 THP de 203cv de potência e 28,5kgfm, com bateria de íons de lítio. A transmissão é automática de 8 velocidades com capacidade de 13kWh. As baterias são recarregadas nas frenagens ou em tomada, onde o tempo varia de 2,5 a 4,5 horas, de acordo com a potência do carregador. No modo totalmente elétrico a autonomia chega aos 59,5km. Além do motor híbrido, ele pode ser vendido com motor 1.6 THP de 228cv de potência ou 183cv de potência acoplado ao câmbio automático de 8 velocidades, além do 1.2 PureTech THP de 132cv e câmbio manual de 6 marchas. Há ainda o 1.6 BlueHDi Diesel que desenvolve 132cv de potência ou 183cv com Turbo, acoplado ao câmbio automático de 8 velocidades.



Mitsubishi apresenta oficialmente o Eclipse Cross, seu novo utilitário esportivo para o Salão de Genebra


A Mitsubishi está apresentando o seu novo SUV, o Eclipse Cross. O modelo resgata o nome do famoso coupé japonês que torcia cabeças por onde passava, na marcante geração dos anos 90, onde virou um sonho de consumo assim como um Jeep Grand Cherokee e um Volkswagen Golf. Com estreia confirmada para o Salão do Automóvel de Genebra, o Eclipse Cross é o resultado dos conceitos XR-PHEV e XR-PHEV II Concept, apresentados em 2013 e 2015 respectivamente. Se posicionando acima do ASX e abaixo do Outlander, o Eclipse Cross tem no design sua grande arma de atração. Ele conta com design coupé, vindo com o conceito Dynamic Shield da Mitsubishi, com a grande grade dianteira cromada filetada e faróis afilados. Na lateral, destaque para a linha de cintura e um forte vinco na altura das maçanetas e teto rebaixado. Na traseira, o destaque fica por conta das lanternas verticais em posição elevada em LEDs e que dividem o vidro traseiro (solução parecida com a do Toyota Prius). O interior tem aspecto moderno e tem como destaque a multimídia com tela sensível ao toque elevada e sistema Car Play. No console, ao lado da alavanca de câmbio, há um touchpad para navegação e texto. Na mecânica, ele conta com motor 1.5 16v Turbo acoplado a um câmbio automático CVT de 8 velocidades definidas no modo Sport manual. Ele ainda será vendido com tração AWD de controle eletrônico, que envia quantidade exata de torque para as rodas traseiras ao usar informações de ângulo de esterço, inclinação da carroceria e velocidade das rodas, entre outros parâmetros. A Mitsubishi ainda deve vender o Eclipse Cross com motor 2.2 Turbo Diesel, acoplado ao câmbio automático de 8 velocidades. Mais detalhes serão revelados em breve.



Volvo revela o terceiro teaser do XC60, que deve ser apresentado no Salão de Genebra, em Março


A Volvo apresentou mais dois teaser da segunda geração do XC60. O utilitário esportivo revelou como deve ficar o seu novo conjunto óptico, com lanternas e faróis em LEDs. Carro chefe da Volvo, o XC60 foi o responsável pelo início da onda de SUVs de nova geração, lançado em 2008 como o segundo SUV da Volvo (o XC90 foi o primeiro, em 2002). O modelo deve trazer uma avanço superior na mecânica e na sua plataforma, que devem ser mais leves, assim como sua carroceria, que deve contar com algumas partes em alumínio. Apresentando a lateral, o XC60 fica ainda mais próximo do XC90 com linhas mais simples e retas, trazendo a tona a nova identidade Martelo de Thor. A nova geração deverá crescer para abrir espaço para o inédito XC40 e passará a usar a plataforma SPA, que permitirá compartilhar vários componentes com a família 90, como a motorização híbrida. Há boatos que a sueca tem trabalhado num inédito motor de 3 cilindros com Turbo, auxiliado ainda por um elétrico. Além disso deve contar com a nova geração de motores 2.0 16v E-Drive que deve desenvolver até 320cv de potência, podendo ganhar ainda um motor elétrico para uma futura versão híbrida com esse motor, mas com potência inferior ao que foi vista no S90. Mais leve e rígido, o Novo XC60 terá uma arquitetura mais moderna, que deverá utilizar tecnologias semiautônomas, como o Pilot Assist com limite até 130km/h, além de novos alertas de detecção de obstáculos. Na gama de motores, ele deve contar com o Drive-E 2.0 deve entregar 190cv ou 245cv no novo XC60, que ainda terá versões diesel com 150cv ou 190cv, além de uma com 225cv para substituir o atual cinco cilindros 2.4 da família Modular. Mas, além desses, o SUV nórdico fará uso também do conjunto híbrido T6 Twin Engine. O T6 Twin Engine é composto por um 2.0 Drive-E e um motor elétrico, alimentado por bateria de lítio de 11,2kWh. Com isso, ele entrega 306cv e 55,9kgfm, mais do que suficientes para dar uma performance invejável ao novo XC60.


Alpine revela novos teaser do A120, que será revelado no Salão do Automóvel de Genebra


A Alpine confirmou que deve apresentar a versão de seu novo coupé no dia 7 de Março, durante a abertura do Salão de Genebra. O coupé tem grandes chances de ser chamado A120, mas corre por fora a possibilidade de se chamar AS. No teaser, o Alpine aparece embaçado com a frase "Save the date", com local e hora de sua apresentação. Depois de 22 anos de ausência, a marca deve ter presença confirmada para o Salão de Genebra, para concorrer com Alfa Romeo 4C, Porsche 718 Cayman, Audi TT, entre outros. Vendido primeiramente em uma série especial limitada a 1.955 unidades (ano de estreia da marca), chamada de Primière Edition. Interessados da Europa e do Japão podem fazer reservas por meio do pagamento inicial de 2.000 euros, necessários para garantir a encomenda. O preço final do carro deve ficar na casa dos 55.000 euros. Ainda não há dados técnicos revelados, mas sua aceleração de 0 a 100 km/h é anunciada em 4,5 segundos. Alguns falam em um 1.8 Turbo de 250cv de potência enquanto outros acreditam num 2.0 Turbo de 300cv de potência. Rival de Alfa Romeo 4C, Porsche 718 Cayman e Lotus Elise, o novo coupé pode contar com o motor 3.0 V6 biturbo da Mercedes-Benz na versão topo de linha, presente nas versões 43 AMG de Classe C, GLC, Classe E entre outros.


DS revela teaser do 7 Crossback, que será revelado em breve como primeiro SUV global da marca


Depois de ser flagrado sem nenhuma camuflagem, o 7 Crossback ganhou um teaser e será revelado ainda hoje, segundo a imprensa francesa. Primeiro utilitário global da DS, o modelo aparece com a iluminação dianteira, chamado de Active LED Vision. O vídeo-teaser foi lançado na página do Facebook. No design, ele se inspira no Wild Rubis para encarar Audi Q5, BMW X3 e Mercedes-Benz GLC. Apesar dela não mostrar muito do design interno, mostra um painel digital e borboletas atrás do volante. Elas seriam ligadas a um inédito câmbio automático de 8 marchas, provavelmente o mesmo fornecido pela Aisin para uma série de modelos com tração dianteira, como o BMW X1. Na linha de motores, espere pelo 1.6 THP que deve desenvolver 240cv de potência e um novo 1.5 Turbo Diesel que deve entregar mais torque e potência que os atuais 1.4 e 1.6, que serão substituídos. Um motor híbrido também é planejado, com motor a gasolina com tração dianteira e o motor elétrico de tração traseira, trazendo um automóvel com tração integral bastante interessante. Quando equipado apenas com motor elétrico, o híbrido deve ter autonomia de 50km. O DS 7 Crossback deve ser o responsável pela volta de uma marca francesa em território norte-americano.


Vídeo-Teaser

Peugeot revela a station wagon Instinct Concept para o Mobile World Congress, na Espanha


Enquanto quase todo mundo quer olhos apenas para SUVs/Crossovers, a Peugeot vai levar ao Mobile World Congress (MWC) o conceito de uma station wagon. Trata-se da Instinct Concept, que se destaca pelas portras traseiras suicidas e o conceito foi desenvolvido em parceria com a Samsung. O conceito da station não conta com volante, aparentemente, mas isso se deve ao modo autônomo de condução, que o recolhe para baixo do painel de instrumentos. E deve recolher também os pedais, já que só vemos um deles na imagem. Esse, segundo a Peugeot, seria a nova geração do i-Cockpit. E ela trará o que a marca francesa chama de “chatbot”, um assistente pessoal por voz. Como a Siri, nos iPhones, mas provavelmente mais avançada. Sabe-se até o momento que ele conta com motor híbrido que desenvolve 305cv de potência junto a uma bateria de 204kWh, mas sem revelar maiores detalhes.



Seat apresenta e-Mii Concept no MWC, que deve ser lançado em meados de 2019 com 82cv


A Seat está apresentando no Mobile World Congress (MWC), em Barcelona (Espanha), o conceito e-Mii Concept, proposta de motor elétrico para o popular espanhol. O modelo faz parte do projeto Metropolis Lab Barcelona, que visa o desenvolvimento de novas funcionalidades para conectar automóveis. O e-Mii Concept conta com motor elétrico de 82cv de potência, que pode atingir uma velocidade máxima de 130km/h. A aceleração de 0 a 100km/h em 11,3 segundos e a autonomia é de 160km graças a uma bateria de íons de lítio. Cerca de 80% da carga pode ser reposta em 30 minutos. A previsão de lançamento é para 2019.


Irmão do Peugeot 3008, Citroën C4 AirCross é flagrado com carroceria definitiva em testes na China


Fazendo parte do plano Push to Pass da PSA, o Citroën C4 AirCross já está em testes com carroceria definitiva na China. O primeiro utilitário esportivo da Citroën com porte médio, o modelo será a versão de produção do AirCross Concept. No design, ele deve manter coluna C larga e arco do teto espesso, além de lanternas horizontais em LEDs e com design em 3D. Além disso, duas saídas de escape reforçam a ideia de performance neste SUV. Irmão do Peugeot 3008, o C84 tem faróis duplos em posição mais baixa, enquanto os repetidores de direção em LED ficam separados logo acima. O Novo Citroën Aircross será feito sobre a plataforma modular EMP2, o que significa que dificilmente será fabricado no Mercosul, chegando muito provavelmente importado, se de fato vier. A segunda geração do C4 AirCross (o primeiro é um rebadge do Mitsubishi ASX) deve ser vendido com motores 1.6 THP de 165cv e o 1.8 Turbo de 204cv, acoplado sempre ao câmbio automátivo de 8 velocidades e tração dianteira. Ele pode ser revelado no Salão do Automóvel de Xangai, na China, em Abril, mas pode ser lançado no decorrer do ano.


Desenvolvido pela Polestar, novos esportivos da Volvo devem ser híbridos e baseados na versão T8


A Volvo também deve dar atenção para a sua linha de esportivos Polestar. A divisão de alto desempenho pode passar a contar com motores híbridos. Segundo a Autocar, os novos S90 e V90 Polestar chegam em 2018 deverão ser os primeiros automóveis a vir com motores híbridos para desenvolver mais. Durante o Salão de Detroit, o presidente da montadora nos Estados Unidos, Lex Kerssemakers, confirmou os rumores, mas afirmou que a empresa está "trabalhando internamente" no assunto. A expectativa da Polestar é ir na contra-mão de Audi, BMW e Mercedes-Benz com RS, M Sport e AMG. O diretor da companhia no Reino Unido, Jon Wakefield, não deu detalhes sobre o trem de força, e disse que a Polestar "irá vir com algo muito animador e um pouco diferente", com capacidade de "balançar o mercado". A grande chance (e mais viável) é lançar a versão esportiva baseada na versão T8, que desenvolve até 400cv de potência e 65kgfm. O motor híbrido é compatível com a plataforma modular SPA e poderia ser adaptado sem muitos esforços. A expectativa é que os engenheiros da marca foquem na resposta dos carros e na dirigibilidade. O motor a gasolina e o elétrico ainda podem desenvolver alguns cavalos a mais.


Fonte: Autocar

Nova geração do Skoda Yeti é flagrada quase que sem camuflagem, rodando em testes na Europa


A nova geração do Skoda Yeti não deve demorar para ser apresentado. Ficando abaixo do Kodiaq, o novo Yeti (foi flagrado pelo site auto.cz) deve ser revelado após o Salão de Genebra, fazendo sua primeira aparição apenas no Salão de Frankfurt. O utilitário será menor que o Kodiaq, medindo em torno de 4,4 metros de comprimento ante os 4,7 metros do irmão maior. Enquanto o Kodiaq aposta no design familiar, o Yeti deve ter uma pegada mais esportiva com carroceria mais compacta e com foco no mercado mais jovem. Ambos devem compartilhar muitas peças e componentes com Volkswagen Tiguan e Seat Ateca. O novo Yeti deve ter entre 4,45 a 4,50 metros de comprimento e cerca de 2,68 metros de entre-eixos. A tração deve ser dianteira ou 4x4. Na mecânica, espere pelos conhecidos 1.4 TSI e 2.0 TSI podem entregar de 125cv a 220cv. Os diesel 1.6 e 2.0 TDI devem oferecer de 110cv a 190cv. Por fim, uma versão híbrida plug-in com 218cv e motor 1.4 TSI fará parte do pacote.


Fotos: AutoCZ

Ford lança promoção para o Ka+ para a versão SE com motor 1.0 e 1.5 até dia 07 de Março


Depois de lançar promoção para o Ka, a Ford está apresentando uma promoção para o sedã Ka+. Com promoção valendo até o início de Março, o sedã será vendido com condições especiais que inclui financiamento em até 30 meses com taxa zero. O modelo é oferecido a partir de R$44.590 à vista na versão 1.0 SE ou financiado com entrada de R$26.754 e parcelado em 24 prestações de R$790 (total de R$45.714). Na versão 1.5 SE sai por R$49.490 à vista ou com uma entrada de R$29.694 e o saldo em 30 parcelas de R$700 (total de R$50.694). As condições são válidas até 7 de março. “Na linha 2018 o Ka+ chega ainda mais forte, somando qualidade e excelente custo-benefício para quem deseja um sedã moderno e econômico”, afirma Pedro Resende, gerente de marketing de varejo da Ford. “Temos também outras opções de financiamento”.


Toyota Corolla é vendido com desconto para desovar as unidades 2016/2016 prestes a ganhar face-lift


O Toyota Corolla deve mudar já no mês que vem. E para preparar a saída do modelo atual de campo e volta com algumas mudanças, a Toyota deve "desovar" as unidades 2016/2016 do sedã médio. Algumas concessionárias da Toyota oferecem condições especiais de financiamento, segundo a revista Auto Esporte, tem desconto de R$4.000 a R$6.000. Em alguns concessionárias de São Paulo, a Toyota está oferecendo desconto de R$6.440. A versão XEi está sendo vendida por R$91.500 ante os R$97.940 pedidos pela tabela. O GLi caiu de R$88.940 para R$83.500. Em vez do preço reduzido, o comprador também pode optar por pagar o valor da tabela e ganhar a documentação do veículo de graça. Outra alternativa que substitui o desconto é a taxa zero no financiamento. No Rio de Janeiro os descontos chegam a R$5.800. A chegada da linha 2018 marca a chegada de maçanetas novas, com acabamento cromado, enquanto os faróis e grade frontais trazem novo desenho, mais agressivo, compondo com o também novo para-choque com linhas mais vincadas, que deixam com aspecto mais esportivo. Atrás, as lanternas recebem luzes de LED e lentes mais escuras. Novas rodas (aro 16″ ou 17″) completam o pacote visual. O design o deixa bem mais moderno e com menos cara de "tiozão", ponto muito criticado do sedã médio, mas que mesmo assim mantém a liderança do segmento de Sedãs Médios.


segunda-feira, fevereiro 27, 2017

Pininfarina apresenta nova imagem do sedã H600, que será apresentado no Salão de Genebra


A Pininfarina apresentou mais dois teaser do seu novo sedã H600. Feito pela empresa Hybrid Kinetic Group (HKG), baseada em HongKong, o sedã une elegância, conforto, design e tecnologia amigável ao meio ambiente. Ainda não há, porém, informações detalhadas sobre o sistema de propulsão. A foto parcial do interior revela que o modelo terá apelo futurista, com mostradores digitais tanto no quadro de instrumentos como no console central. Sua dianteira conta com design agressivo e grade que se une aos faróis. O primeiro teaser mostrava a tampa do porta-malas do modelo, que revela as lanternas interligadas por um friso cromado, dando um ar bastante sóbrio e sofisticado para o sedã. Até o momento sabe-se que ele deve ser um sedã de luxo usando uma "nova energia de propulsão". O modelo deve ser um híbrido conceitual e a chinesa HK trabalha no desenvolvimento, produção e comercialização de veículos elétricos, híbridos e seus componentes, ou seja, uma nova marca chinesa de elétricos está prestes a nascer. Ainda não se sabe se o luxuoso sedã deve entrar para as linhas de produção, assim como novos detalhes, que só serão sanados no evento suíço, mês que vem.


Segundo fontes, Volkswagen deve começar a produzir Gol e Voyage após o Carnaval e quer surpreender


A nova geração dos compactos Gol e Voyage não deve demorar para começar a ser produzido. Segundo fontes ligadas a marca alemão junto ao Carsale, confirmou que as primeiras unidades do hatch e sedã serão produzidas nas primeiras semanas de Março, assim que o feriadão de Carnaval tiver terminado e a vida retomasse seu rumo normal. Segundo o site, ambos devem ser apresentados primeiramente para executivos e membros de concessionárias da marca. Os vendedores devem receber treinamento logo em seguida, já que o lançamento pode acontecer no meio do ano. Para evitar o vazamento de informações antes do lançamento, os funcionários da fábrica tiveram de assinar um termo de confidencialidade, prometendo segredo sobre as maiores novidades da Volkswagen no Brasil nos últimos anos. Com a nova geração do Gol, a Volkswagen espera causar o mesmo sentimento de surpresa do Gol "G3", apresentado em 1999, quando apresentou um grande avanço num face-lift. Agora o momento é de uma nova geração. O Gol deve crescer bastante na nova geração. Espera-se que seu entre-eixos cresça quase 11 centímetros (2,56 metros), o que deve resultar em um espaço interno muito melhor. Tanto o Gol como o Voyage seriam lançados praticamente juntos, com o hatch vindo primeiro, com lançamento no final deste ano e início das vendas em 2018. A nova geração do Gol deve ser uma versão mais simples de Volkswagen Polo e Seat Ibiza para a América do Sul e mercados emergentes, distanciando o Gol do up! e abrindo o mercado para o popular alemão, hoje um tanto suficado na tabela de preços. O Gol deve ter cerca de 4 metros de comprimento e entre-eixos de 2,56 metros, vindo com motores 1.0 12v MPI Flex, 1.0 12v TSI Flex e 1.6 16v MSI Flex. O câmbio será manual de 5 ou 6 marchas e automático de 6 velocidades Tiptronic.


Fonte: Carsale

Ford começa a testar o reestilizado Fiesta, que será lançado ainda em 2017 com mudanças sutis


A Ford já roda com o Fiesta Hatch reestilizado no Brasil. Saída mais acessível para manter o atual modelo em linha por mais um dois anos, o face-lift deve trazer mudanças simples para o Fiesta e Fiesta Sedan. Segundo o site Autos Segredos (veja aqui), a Ford deve lançar o face-lift entre o final de 2017 e o início de 2018. Entre as novidades, ele deve trazer novos para-choques, faróis mais estreitos, novas rodas de liga leve e novo layout das lanternas. No interior, não são esperadas grandes novidades para o Fiesta. Deve mudar apenas o revestimento dos bancos. Alterações mecânicas também não são esperadas, mas podem surpreender caso aparecerem. O pequeno tapa no visual deve oferecer o motor 1.0 12v EcoBoost para mais versões e com chances de estrear no Fiesta Sedan, com grandes chances de passar a ser produzido em São Bernardo do Campo (SP) ao lado do hatch. O motor 1.0 deve ser estendido para as versões SE e SEL e não apenas para a Titanium como é atualmente. Além disso, a Ford pode trazer uma central multimídia Sync de última geração no interior, o que significa mudanças na conectividade. As versões mais em conta passarão a ser vendidos com motor 1.5 12v Dragon Flex no lugar do 1.6 16v Flex, enquanto o câmbio automático não será mais o PowerShift que conhecemos, mas sim um câmbio automático convencional, com conversor de torque e 6 velocidades.


Fonte: Autos Segredos

Suzuki confirma fim de linha do Swift Sport e já trabalha na importação da nova geração, que chega até 2018


A Suzuki confirmou o fim de linha do seu hatch compacto esportivo Swift Sport. A venda desde 2014, o modelo fica a espera do lançamento da nova geração, que deve chegar ao Brasil entre o final de 2017 e o início de 2018. O hatch tinha preços entre R$79.990 a R$82.990 nas versões Sport e Sport R. Segundo a Suzuki, as últimas unidades em estoque foram vendidas recentemente e o modelo já deixou o site da marca no país. Apesar de confirmar o fim de linha, a Suzuki Brasil já negocia a importação da nova geração, mas não há um prazo definido para o carro chegue ao nosso mercado. Em 2016 o Swift Sport vendeu apenas 97 unidades, sendo de longe o modelo menos vendido da Suzuki. O novo Swift trouxe um design totalmente diferente, reforçado pelos novos faróis, grade, grandes entradas de ar interligadas e um detalhe interessante incluem maçanetas traseiras ocultas e um estilo incomum na coluna C. Na traseira, o destaque é um “teto flutuante”, enquanto as lanternas agora avançam pelas laterais. Os faróis remodelados apresentam LEDs diurnos e projetor tipo canhão, que pode ser bi-xênon ou LED. O protetor frontal ainda adiciona duas entradas de ar laterais bem proeminentes, que funcionam como spoilers, assim como a parte inferior da abertura frontal. Há também um spoiler integral logo abaixo do conjunto. As colunas C foram reduzidas em espessura, mas ganhando uma base reforçada esteticamente. Na traseira, as lanternas avançam sobre as laterais, mas continuam compactas. A vigia da tampa é envolvente e o para-choque apresenta duas saídas de escape integradas ao protetor. Para o hatch vingar, seria interessante trazer as versões mais simples ao nosso mercado, podendo tornar-se o modelo mais acessível e que ajudasse no crescimento da Suzuki no Brasil.


Porsche apresenta Panamera Turbo S E-Hybrid no Salão de Genebra, com 680cv de potência


A Porsche parece que tratou de lançar a nova versão híbrida do Panamera, bem rápido. Esperado para o final do ano, a marca já o apresenta no Salão do Automóvel de Genebra. A versão Turbo S E-Hybrid chega com motor V8 no lugar do V6, aumentando a potência do sedã coupé. A principal novidade fica por conta do 4.0 V8 biturbo que desenvolve 550cv junto a um elétrico de 136cv de potência. Juntos, eles se tornam a versão mais potente do Panamera já produzida, entregando 680cv de potência com torque de 86,7kgfm. Com os dois motores em movimento, a aceleração de 0 a 100km/h fica em 3,4 segundos e atinge a velocidade máxima de 310km/h. O câmbio é um automático de dupla embreagem PDK de 8 velocidades. A Porsche afirma ainda que o modelo pode rodar 50km no modo 100% elétrico com velocidade máxima de 140km/h. Possuindo três modos de condução (E-Power, Hybrid Auto, E-Hold e E-Charge), o Novo Panamera E-Hybrid recebeu ainda baterias de lítio de 14,1 kWh com tempo de carregamento reduzido para 3,6h. A marca também oferece um um carregador rápido para o modelo. Como o E-Hybrid “básico”, o S estará disponível com duas opções de entre-eixos, sendo uma delas alongada em 15 centímetros para maior conforto no banco traseiro. De série, ele já chega com suspensão pneumática, freios de cerâmica, rodas de 21″, Porsche Dynamic Chassis Control Sport, vetorização de torque e ar-condicionado auxiliar. Para a versão longa, eixo traseiro direcional é item de série. Nos EUA, os preços serão de US$184.400 para o entre-eixos normal e US$194.800 para o Executive.




Audi confirma que atual A5 está esgotado nas concessionárias e fica a espera da nova geração


Na semana passada a Audi confirmou que a atual geração do A5 está esgotada nas lojas. As concessionárias estão no aguardo da nova geração, que será lançada ainda neste ano em todas as carrocerias. O modelo atual se tornou uma alternativa mais esportiva visualmente que o A4 e conseguiu seu espaço no mercado, tanto que a BMW lançou o Série 4 como o grande rival. Em 2015, o A5 passou a ser vendido com motor 1.8 TFSI Turbo desenvolve 170cv de potência e torque de 32,6kgfm de força. Isso reduz 3,5kg de peso em ambos modelos, além do motor mais eficiente, com menores índices de emissões. Esse motor leva de 0 a 100km/h em 8,4 segundos no A5 (0,2 segundos mais rápido que o 2.0), com velocidade máxima de 220km/h e 8,3 segundos, com velocidade máxima de 225km/h. O consumo de 13,9km/l e 16,5km/l respectivamente com esse mesmo motor. O câmbio é sempre o CVT Multitronic de 8 velocidades para todas as versões. A nova geração, um tanto evolutiva, conta com novos faróis com uma ligeira curvatura na parte superior e iluminação por LED ou tecnologia Matrix LED, grade Singleframe hexagonal com filetes horizontais em alumínio, para-choques com formato agressivo, vincos marcantes no capô e nas laterais e lanternas traseiras afiladas de LED invadindo a tampa do porta-malas. No interior, as novidades ficam por conta do refinamento e dos novos itens de série como o Virtual Cockpit e maior espaço para os ocupantes. Construído sobre a plataforma MQB, ele ficou 60 milímetros na distância entre-eixos passando para os atuais 2,82 metros e o porta-malas agora é de 480 litros e chega aos 1.300 litros com os bancos rebatidos.


Volvo revela novo teaser da segunda geração do XC60, que estreia no Salão de Genebra, em Março


A Volvo divulgou o segundo teaser da segunda geração do XC60, que estreia no Salão do Automóvel de Genebra. O modelo não chega a ser uma surpresa, pois já camuflado (quando rodava em testes), o parentesco com o XC90 era grande. O modelo deve trazer uma avanço superior na mecânica e na sua plataforma, que devem ser mais leves, assim como sua carroceria, que deve contar com algumas partes em alumínio. Apresentando a lateral, o XC60 fica ainda mais próximo do XC90 com linhas mais simples e retas, trazendo a tona a nova identidade Martelo de Thor. A nova geração deverá crescer para abrir espaço para o inédito XC40 e passará a usar a plataforma SPA, que permitirá compartilhar vários componentes com a família 90, como a motorização híbrida. Há boatos que a sueca tem trabalhado num inédito motor de 3 cilindros com Turbo, auxiliado ainda por um elétrico. Além disso deve contar com a nova geração de motores 2.0 16v E-Drive que deve desenvolver até 320cv de potência, podendo ganhar ainda um motor elétrico para uma futura versão híbrida com esse motor, mas com potência inferior ao que foi vista no S90. Mais leve e rígido, o Novo XC60 terá uma arquitetura mais moderna, que deverá utilizar tecnologias semiautônomas, como o Pilot Assist com limite até 130km/h, além de novos alertas de detecção de obstáculos. Na gama de motores, ele deve contar com o Drive-E 2.0 deve entregar 190cv ou 245cv no novo XC60, que ainda terá versões diesel com 150cv ou 190cv, além de uma com 225cv para substituir o atual cinco cilindros 2.4 da família Modular. Mas, além desses, o SUV nórdico fará uso também do conjunto híbrido T6 Twin Engine. O T6 Twin Engine é composto por um 2.0 Drive-E e um motor elétrico, alimentado por bateria de lítio de 11,2kWh. Com isso, ele entrega 306cv e 55,9kgfm, mais do que suficientes para dar uma performance invejável ao novo XC60.