domingo, abril 30, 2017

CAuto #63: ao Salão de Xangai tudo, ao Salão de Nova Iorque (quase) nadinha


Com dois grandes eventos mundiais ocorrendo quase que ao mesmo tempo na última semana, o Salão do Automóvel de Xangai na China e o Salão do Automóvel de Nova York nos Estados Unidos começou a mostrar um maior interesse pelo mercado chinês. Tanto que o Salão de Xangai começou a trazer novidades bem mais interessantes que o Salão de Nova York. Apesar de trazer um leque de novidades internacionais menor que o evento norte-americano, Xangai trouxe novidades mais relevantes. Vamos aos fatos: enquanto Xangai foi palco de nova geração do Haval H6, Nio EVE Concept, nova geração do Chery Tiggo5, Buick Velite5, BMW Série 5 Li, JAC S7, Citroën C5 AirCross, Audi e-tron Sportback Concept, Mercedes-Benz A Sedan Concept, MG E-Motion Concept, Citroën C5, Singulato iS6, Toyota Fun Sedan Concept, Lynk&Co 03 Sedan Concept, Nio ES8, Volkswagen ID Crozz Concept, Chery Tiggo Coupé Concept, Qoros Model K-EV Concept, Skoda Vision E Concept, novo Mercedes-Benz Classe S, BMW M4 CS, Jeep Yuntu Concept, Chevrolet FNR-X Concept, novo Lexus NX, Honda CR-V Hybrid, entre outros; o Salão de Nova York trouxe o face-lift da Toyota Sienna, Nissan GT-R Track Edition, Nissan 370Z Heritage Edition, Buick Regal Sportback, Buick Regal TourX, Infiniti QX80 Monograph Concept, Mercedes-Benz GLC AMG e GLC AMG Coupé, Honda Civic Si, Mitsubishi ASX 2018, Lexus LS 500 F-Sport, Audi R8 Audi Sport Edition, Chevrolet Corvette Carbon 65 Edition, Toyota FT-4X Concept, Cadillac CT6 Hybrid, Honda Clarity Hybrid e Electric, Jeep Grand Cherokee Trackhawk, Dodge Challenger SRT Demon, novo Hyundai Sonata, novo Acura TLX, novo Buick Enclave, Genesis GV80 Concept, Subaru Ascent Concept, novo Lincoln Navigator, novo Kia Rio Sedan, Jaguar F-Type 2.0 Turbo, entre outros. Nota-se, que o Salão de NY teve muitas séries especiais que aumentam a quantidade de novidades, mas os modelos mais interessantes estavam em Xangai. Isso pode nos dizer uma coisa: apesar do bom momento, o mercado dos EUA não é mais tão interessante como o chinês, que revelou que quer chegar a 35 milhões de unidades vendidas por ano no futuro breve. Além disso, o Salão de Xangai cresceu muito rapidamente nos últimos anos a nível global. É, parece que a China se tornou definitivamente o foco de todas as marcas. Mas o que nós temos a ver com isso? Não muita coisa a não ser esperar pelos lançamentos que vem desses dois eventos, mas vale destacar que a China é um país do BRIC e uma potência global no setor. Vale a reflexão do que estamos fazendo com o nosso mercado.


Vídeos Automotivos: Test-Drive no Renault Duster Dynamique 2.0 16v 4WD

Vídeos Automotivos: Relembre - Puma GTB Daytona

Vídeos Automotivos: Drops #48 - Rolls-Royce Corniche

Vídeos Automotivos: Relembre - BMW Série 8 850 Ci, ícone alemão com motor V12

Vídeos Automotivos: Avaliação do Chevrolet Cobalt Elite 1.8 8v Flex AT6

Vídeos Automotivos: Release da Chevrolet S10 2.5 16v Flex AT6 2018

Vídeos Automotivos: Avaliação do novo Audi Q7 3.0 V6 TFSI

Vídeos Automotivos: Avaliação do Nissan Kicks 1.6 SL

Vídeos Automotivos: Lexus LC 500 e LC 500 Hybrid - Release

Vídeos Automotivos: release do novo BMW Série 5 no Brasil

sábado, abril 29, 2017

Honda revela novo CR-V Hybrid no Salão de Xangai, que desenvolve 215cv e promete eficiência


A Honda apresentou no Salão do Automóvel de Xangai, na China, o CR-V Hybrid. O utilitário esportivo de porte médio ganha com opção mais ecológica. O motor é o 2.0 16v a gasolina que desenvolve 145cv de potência associado a dois motores elétricos de 1,3kWh. Juntos eles desenvolvem 215cv de potência e conta com desempenho acima da média, segundo revela a Honda. O câmbio é o automático CVT, com tração dianteira. Dados ainda não foram reveladas pela marca japonesa. Todavia, é provável que o híbrido entregue os mesmos números de consumo do Accord Hybrid, de 20,8km/l na cidade e 20km/l na estrada, visto que o utilitário-esportivo pesa cerca de 1.500kg, enquanto o sedã pesa 1.540kg. Por fora não há grandes mudanças mecânicas além das rodas exclusivas e do logotipo "Hybrid". A montadora japonesa ainda não confirmou se vai oferecer o crossover híbrido em outros mercados, embora seja bastante provável que isto aconteça em breve. Ele deve estar disponível no mercado chinês dentro de alguns meses, já que será disponibilizado no segundo semestre deste ano.


Sucessor de Palio, Punto e Bravo, projeto X6H da Fiat se chama Argo e será lançado mês que vem


A Fiat enfim revelou a identidade do hatch X6H. Até então esperado como Palio, a marca italiana optou de vez por inovar com um novo nome para o hatch, aumentando ainda mais a sensação de novidade. Substituto de Palio, Punto e Bravo, o hatch chega ao nosso mercado neste próximo mês de Maio e promete ser um dos maiores lançamentos deste ano. No hotsite lançado pela Fiat, a marca destaca que o nome do modelo foi pensado junto ao carro: do zero. "Argo. Este é o nome do mais novo lançamento da Fiat. Um carro pensado do zero, em cada um dos seus detalhes. O mais completo hatch premium do mercado que consolida o novo momento da marca no Brasil. Com muito conforto e tecnologia, você vai descobrir novos sentidos, experiências e prazeres. Aguarde!". Com inspiração no Tipo, ele deve competir com os hatchs compactos e compactos premium no nosso mercado. A produção do hatch na fábrica de Betim (MG) começa em Março. Com isso fica claro que seu lançamento ocorre entre os meses de Abril a Maio. Ele deve concorrer no segmento de compactos, mas as versões topo de linha o farão concorrer com os compactos premium, assim como ocorre com Hyundai HB20 e HB20S. Eles devem usar os motores 1.0 6v FireFly Flex que desenvolve 76/72cv de potência com torque de 10,9/10,4kgfm acoplado com câmbio manual de 5 marchas (apenas o hatch), o 1.3 16v FireFly Flex que entrega 109/101cv de potência com torque de 14,2/13,7kgfm acoplado com câmbio manual e o 1.8 16v EtorQ Flex que desenvolve 139/135cv de potência com torque de 19,1/18,6kgfm, acoplado com câmbio manual ou automático de 6 marchas. Segundo fontes ligadas a marca italiana, o Argo teve inspiração no Renault Sandero no quesito de espaço interno, ou seja, espere por um hatch com cerca de 4,00 metros de comprimento e 2,60 metros de entre-eixos. O hatch ainda deve ganhar um sedã que será produzido na Argentina e será lançado em 2018 enquanto uma picape compacta é esperada para 2019. Possivelmente um SUV Compacto também venha a ser lançado pela Fiat até 2020, encerrando a família do hatch. Confira o seu hotsite: http://argo.fiat.com.br/.



Best-seller da Lexus, marca apresenta NX reestilizado no Salão do Automóvel de Xangai


O modelo mais vendido da Lexus no mundo, o NX acaba de ganhar novidade de meia-vida no Salão de Xangai, na China. Ainda atual, o utilitário ganha novidades pontuais até ganhar uma nova geração, dentro de quatro anos. Responsável pela expansão da Lexus em diversos mercados, entre eles o Brasil, o NX ganha mudanças principalmente no design externo ao trazer capô e grade redesenhados, ganhando mais fluidez no desenho. A versão Hybrid ganhou cromados em “L” no acabamento exterior. Há ainda faróis triplos de LED com a tecnologia AHS, até então exclusiva do cupê LC, enquanto lanternas de LEDs foram repaginadas e o difusor de ar foi redesenhado também, rodas de liga leve aro 18 polegadas estão incluídas nas mudanças de estilo do NX 2018. No interior as mudanças são bem mais contidas. Ele traz comandos e interruptores, tela de multimídia de 10,3 polegadas e mais detalhes metalizados. Na mecânica, a Lexus tratou de trazer alterações na suspensão, que recebeu molas, amortecedores e buchas recalibrados. Além disso, agora vem com a opção de suspensão adaptativa variável AVS, a mesma do LC 500. A motorização se manteve a mesma 2.0 16v Turbo que desenvolve 238cv de potência e 35,7kgfm de torque, enquanto o modelo Hybrid conta com motor 2.5 16v junto a dois motores elétricos. A nomenclatura das versões também é nova. Atualmente vendido como 200t, a versão passa a ser chamada de 300, enquanto o híbrido passa a ser 300h.



Opel revela o belo Grandland X para o Salão do Automóvel de Frankfurt e revela alguns detalhes


Depois do Mokka X e do Crossland X, a Opel está apresentando o Grandland X, o substituto da Zafira no continente europeu. O utilitário esportivo se torna um "irmão" do Peugeot 3008, usando a mesma base do modelo francês, a plataforma EMP2. Com 4,48 metros de comprimento, 2,67 metros de entre-eixos, 1,84 metro de largura e 1,63 metro de altura, o Grandland X possui porta-malas de 514 litros e amplo espaço interno, podendo chegar a 1.652 litros com os bancos rebatidos. O design é como se fosse um Crossland X GG, com destaque para os faróis de LED com LEDs diurnos duplos, grade com frisos intercalados e para-choque com faróis de neblina posicionados bem na parte inferior, além de ter sensores de estacionamento e do controle de cruzeiro adaptativo. As colunas C com frisos que se elevam para cima das janelas é uma marca da Opel que ainda está sendo ostentada em parte da gama da Buick nos EUA, especialmente no caso do recente Enclave 2018. Na traseira, destaque para as lanternas em LEDs e teto em preto, mas possivelmente com opção de teto solar panorâmico. No interior, destaque para o parentesco com o Insignia, com quadro de instrumentos amplo e completo, além de multimídia Intellink com Android Auto e Car Play. O ar-condicionado dual zone tem comandos simplificados. Entre os itens de série, destaque para carregador wireless para smartphone, volante aquecido, bancos mais ergonômicos na frente (opcional), estacionamento automático, alerta de colisão e invasão de faixa com correção, alerta de fadiga, frenagem automática de emergência e cinco modos de condução. A mecânica não foi revelada pela Opel, que confirmou que deve antecipar novidades no Salão de Frankfurt.



Chevrolet apresenta FNR-X Concept no Salão do Automóvel de Xangai, que se destaca por seu design


Atração principal da Chevrolet no Salão do Automóvel de Xangai, na China, o FNR-X Concept é um utilitário esportivo conceitual que se torna a primeira grande investida da marca no mundo de SUVs Coupé e com motor híbrido. Desenvolvido pela PATAC (Pan Asia Technical Automotive Center), o design do conceito se destaca pela agressiva das linhas, com para-choque dianteiro bem volumoso e com grandes entradas de ar laterais, enquanto o traseiro tem um enorme protetor central. As lanternas fundem-se com a vigia traseira, que é coberta por um enorme defletor de ar. As portas traseiras possuem abertura invertida e as rodas têm desenho bem aerodinâmico. Há ainda faróis de LEDs e lanternas com tecnologia OLED. No interior, destaque para o volante ovalizado com dois raios, cluster digital compacto e multimídia com tela hexagonal. Três pequenos display multifuncionais foram posicionados no alto do conjunto frontal. Mais duas telas estão sobre o túnel central, mas o ar-condicionado possui ajustes individuais nas extremidades do painel. Entre as tecnologias, o conceito conta com comandos por voz e personalização do veículo com ID pessoal. O sistema ADAS (Advanced Driver Assist System), feito para atuação em qualquer terreno. Sensores de reconhecimento ótico e acústico em todo interior, além de navegação com base nos dados de tráfego e condução autônoma também fazem parte do pacote do FNR-X. A Chevrolet dispõe de dois modos de condução (Versatilidade e Sport) e parece ser um futuro modelo para o mercado chinês. A marca não revelou detalhes da mecânica, mas confirmou que se trata de um híbrido.




Audi e-tron Sportback Concept no Salão de Xangai, na China com 500cv e 500km de autonomia


A Audi foi ao Salão do Automóvel de Xangai apresentando o seu conceito, antecipado por dois teaser. Chamado de e-tron Sportback Concept, o estudo é um utilitário esportivo coupé que pode ser o futuro Q9. Construído sobre a plataforma MEB, exclusiva para automóveis elétricos do Grupo VW, o conceito se destaca por ser totalmente elétrico e pelo seu design bastante esportivo. Com 4,90 metros de comprimento, 2,93 metros de entre-eixos, 1,98 metro de largura e 1,53 metro de altura, o conceito vem com dianteira com um detalhe na cor preta que abriga o conjunto óptico de LED e o logotipo de quatro argolas da marca. Nas laterais, há como destaque o forte caimento do teto, além da linha de cintura elevada e as rodas de 23 polegadas. Por fim, a traseira ostenta lanternas interligadas por um filete de LED. Já no interior, o conceito exibe uma série de comandos sensíveis ao toque voltados ao motorista. Há também volante de três raios com logotipo iluminado, quatro assentos individuais e espelhos retrovisores substituídos por câmeras, que melhoram o fluxo de ar e reduzem o ruído do vento. No conjunto mecânica, ele se destaca por trazer três motores elétricos sendo um no eixo dianteiro e dois no eixo traseiro que desenvolvem 430cv de potência ou 500cv de potência com o Boost ativado. Segundo a Audi, o e-tron Sportback Concepr acelera de 0 a 100km/h em 4,6 segundos e com baterias de lítio com refrigeração líquida com 95kWh, possui autonomia de 500km. A versão de produção deve ser revelada em 2019.



Jeep revela Yuntu Concept para o Salão do Automóvel de Xangai, que antecipa SUV de 7 lugares


Depois de imagens vazadas e um teaser antecipado, a Jeep apresenta no Salão de Xangai o Yuntu Concept, previa do seu novo utilitário esportivo. Maior e mais recente SUV da Jeep, o conceito combina o clássico design da Jeep com uma pitada de futuro. Com espaço para sete ocupantes, o conceito se destaca por trazer um design facilmente identificado como um Jeep pela famosa grade de sete fendas e um conjunto ótico elegante com faróis de LEDs. Sem deixar de lado a personalidade da marca, ele incorpora modernidades como as portas traseiras suicidas. Há ainda elementos "flutuantes" como as três fileiras de assentos, uma enorme tela LCD para o sistema multimídia e mais oito telas em toda a cabine, servindo como sistemas de entretenimento para a segunda e terceira fileiras de passageiros. A Jeep não revelou dados da sua mecânica, mas o conceito conta com o logotipo "PHEV" na sua lateral, identificando que trata-se de um conceito híbrido. Ele seria o primeiro propulsor híbrido da marca e o que chama atenção deste conceito é que ele pode resultar em um modelo de produção, podendo usar o nome Commander, ou melhor, resgatando o nome já usado pela Jeep.



BMW M4 CS é apresentado no Salão do Automóvel de Xangai com motor 3.0 de 466cv de potência


A BMW está apresentando no Salão do Automóvel de Xangai, na China, o M4 CS. A versão substitui o GTS e se destaca pelo design ainda mais esportivo e pelo conjunto mecânico. Entre as novidades estão radiadores individuais para os turbo, óleo e motor, além de intercooler para o ar da admissão e para o câmbio. Com peso reduzido, capô, teto e detalhes de acabamento são feitos em composto de fibra de carbono com plástico. No total são 1.580kg, ou 32kg a menos que o M4 normal com câmbio DCT. E isso incluso bancos em Alcantara e acabamento primoroso, como os esportivos da marca. No design externo, a novidade fica por conta da substituição da enorme asa traseira e apenas dois lugares para dar espaço ao roll cage. A mecânica é a conhecida 3.0 de 6 cilindros em linha biturbo com variador de fase nos comandos e VANOS (variador de abertura de válvula). Com esse motor ele desenvolve 466cv de potência e 61,2kgfm de torque, acoplado ao câmbio automátic DCT de dupla embreagem de 7 velocidades, sendo 35cv mais potente que o M4 e 10cv a mais que o Competition Package. Ele acelera de 0 a 100km/h em 3,9 segundos e a velocidade máxima é de 280km/h, limitada eletronicamente. A BMW ainda revela que tratou de revisar amortecedores e molas, e as rodas são de 19x9" na dianteira, com pneus 265/35, e 20x10" na traseira, com pneus 285/30. De série, usa os Michelin Pilot Sport Cup 2, modelo semi-slick "legalizado" para as ruas. Como um opcional sem adição de preço, pode vir pneus de rua, Michelin Sport. No pacote, há o seletor de modo de condução e diferencial traseiro ativo M. A produção deve ser limitada a 300 unidades.



Citroën apresenta o C5 AirCross no Salão de Xangai, na China, o primo "ousado" do Peugeot 3008


A Citroën revelou oficialmente o C5 AirCross no Salão de Xangai. Com seus 4,50 metros de comprimento, 1,84 metro de largura, 1,67 metro de altura e 2,73 metros de entre eixos estão calçados sobre amortecedores hidráulicos progressivos montados na suspensão, tecnologia que chamou a atenção da imprensa europeia que andou em protótipos do C4 Cactus. Com 20 patentes registradas e permite compressão com dissipação de energia e retorno suave nos amortecedores à posição original, alterando o comportamento dinâmico do Citroën C5 Aircross, garantindo assim muito maciez ao rodar, mas sem perder a estabilidade. Além disso, garante melhor absorção de irregularidades. Produzido sobre a plataforma modular EMP2, a mesma usada pelo Peugeot 3008. Entre os destaques estão os faróis duplos e LEDs diurnos com repetidores também em LED separados por uma barra horizontal, que também cria duas grades. O para-choque tem duas bocas mais próximas do centro da peça, enquanto as extremidades apresentam entradas de ar adicionais. De lado, o Citroën C5 Aircross vem provavelmente com os Airbumps na base das portas, devidamente estilizados e em harmonia com as entradas apresentadas no para-choque. As colunas C grossas, possuem vigias bem ocultas no acabamento preto.


Frisos cromados envolvendo as janelas dão uma boa impressão visual ao conjunto. No teto, barras também com estilo bem moderno chamam atenção. Na traseira, as lanternas em LEDs 3D chamam atenção, enquanto as saídas de ar podem ser vistas na lateral, também. O para-choque traseiro conta com escapes retangulares e cromados. No interior, destaque para os difusores de ar duplos e verticais. A multimídia fica entre dois deles, tendo ainda comandos físicos diversos em dois níveis abaixo. O console é vistoso e tem alavanca em formato de joystick, bem como freio de estacionamento eletrônico, controle de descida, modo Sport, botão de partida e seletor do Grip Control, com cinco modos de condução. O teto solar é panorâmico. Ele conta ainda com quadro de instrumentos digital e configurável, além de um volante multifuncional em couro com formato ovalizado. Os bancos são de couro com formato anatômico e devidamente estilizados, assim como o acabamento das portas. Na mecânica, destaque para o motor 1.6 THP de 165cv de potência e 24,5kgfm, o 1.8 THP de 200cv de potência e um híbrido 1.8 THP de 200cv aliado a um motor elétrico que desenvolvem juntos 300cv de potência. Todas as motorizações contam com câmbio automático de 6 velocidades e tração dianteira.


Audi pode produzir no Brasil o futuro Q4 na fábrica de São José dos Pinhais (PR), em meados de 2020


O menor dos SUVs Coupés da Audi, o Q4, será lançado em meados de 2019, mas a filial do Brasil já tem planos para o utilitário esportivo. Futuro concorrente de BMW X4 e Mercedes-Benz GLC Coupé, o Q4 tem chances de ser produzido em São José dos Pinhais (PR) ao lado de A3 Sedan e Q3. Chegando cerca de um ano após sua apresentação no exterior (no máximo em 2020), o modelo pode ser produzido na fábrica brasileira. Até o momento foi confirmada a produção apenas na fábrica de Gyor, na Hungria. O Q4 foi confirmado para ser lançado em 2019 na Europa. Pelo menos por enquanto, ainda não há qualquer detalhe a respeito do novo Audi Q4. Todavia, ao que tudo indica, o novo modelo será uma espécie de crossover cupê para enfrentar os também alemães BMW X4 e Mercedes-Benz GLC Coupe, com visual inspirado no conceito TT Offroad Concept apresentado pela fabricante há cerca de três anos no Salão de Pequim. O conceito é fabricado sobre a plataforma modular MQB da Volkswagen que também deve ser usada no modelo de produção junto a um conjunto híbrido plug-in capaz de desenvolver 410cv de potência com torque de 66,3kgfm, possivelmente numa versão RSQ4. Com esse conjunto o desempenho é de 5,2 segundos na aceleração de 0 a 100km/h e velocidade máxima de 250km/h, limitado eletronicamente. Nas versões mais simples, espere pelos motores 1.5 TFSI e 2.0 TFSI, de 150cv e 252cv respectivamente, acoplado ao câmbio automático de dupla embreagem de 7 velocidades S-TRONIC e tração integral Quattro. A chance é de ainda receber um motor 2.0 TDI de 190cv de potência, com mesmo câmbio e sistema de tração. A informação de sua produção não foi confirmada pela Audi Brasil, mas é estudada, segundo o site UOL Carros.


Jaguar apresenta motor 2.0 Turbo que desenvolve 300cv para o F-Type no Salão de Nova York


A Jaguar está apresentando no Salão do Automóvel de Nova York a nova versão de acesso do F-Type. O esportivo britânico ganha motor de quatro cilindros turbo para concorrer com o Porsche 718 Cayman e 718 Boxster. A versão de entrada conta com motor 2.0 16v Turbo que desenvolve 300cv de potência e torque de 40,7kgfm, acoplado ao câmbio Quickshift de 8 velocidades. Segundo a Jaguar, esse conjunto acelera de 0 a 100km/h em 5,7 segundos e atinge a velocidade máxima de 250km/h, limitada eletronicamente. O motor 2.0 é 52kg mais leve que o antigo V6, pesando agora 1.525kg no Coupé e 1.545kg no Roadster. A Jaguar também diz que caprichou na afinação do ronco do escapamento, prometendo que o modelo não vai decepcionar nesse quesito. Apenas para efeito de comparação, o Porsche 718 Cayman acelera de 0 a 100km/h em 4,7 segundos e atinge velocidade máxima de 275km/h. Vale lembrar que o cupê alemão tem o motor boxer central, enquanto o Jaguar possui um 4-cilindros em linha na dianteira. A novidade não deve demorar para chegar ao mercado brasileiro, pagando menos imposto que o 3.0 V6.





Volkswagen oferece taxa zero para Fox, up!, Jetta e Amarok no mercado brasileiro até 30 de Abril


A Volkswagen está lançando uma promoção que vale para esse final de semana. Valendo até amanhã (30/04), a marca alemã revelou condições especiais de financiamento para Amarok, Fox, Jetta e up! no Brasil. A notícia foi revelada pela Volkswagen Financial Services, divisão financeira do Grupo VW no Brasil, anuncia condições especiais de financiamento até 30 de Abril. A campanha conta com taxa zero para os modelos up!, Jetta e Nova Amarok Highline em todo o Brasil. Em todos os casos a condição é uma entrada de 60% com saldo a prazo em 18 meses com taxa zero. No caso da Amarok Highline, há vantagens adicionais para a Região Sudeste. A Volkswagen oferece o "Plano Sempre Novo", que é financiamento "balão", que consiste em entrada entre 30% a 50%, até 25% menores do que as de um financiamento comum e estão divididas em 35 meses. Após três anos, há a possibilidade de utilizar o próprio veículo para quitar o valor residual, que corresponde a 30% do bem, e, com o saldo, dar a entrada em um novo modelo. Também há as opções de quitar ou refinanciar a prestação e permanecer com o veículo.



sexta-feira, abril 28, 2017

Mercedes-Benz apresenta Classe A Sedan Concept no Salão de Xangai, futuro Classe A Sedan


A Mercedes-Benz revelou o A Sedan Concept, que antecipa futuro Classe A Sedan no Salão do Automóvel de Xangai, na China. O futuro sedã médio premium da Mercedes deve ser uma opção menos esportiva visualmente falando que o CLA. Calcanhar de aquiles do Audi A3 Sedan, o A Sedan Concept se destaca por trazer um design inspirado no AMG GT, principalmente na grade, adotando faróis quase triangulares, para-choque de fibra de carbono com spoiler bem pronunciado e enormes rodas de liga leve. Na traseira, as lanternas também estão distantes do que se espera de um “Classe A Sedan”, mas não são exatamente feias. De resto, a carroceria apresenta o mesmo estilo já vistos nas Classes C, E e S, harmonizando-se com o restante da gama. Com lançamento esperado para 2018, o Classe A Sedan está de olho no mercado do Audi A3 Sedan. O chefe de design da Daimler AG, Gorden Wagener, diz que "com as proporções perfeitas e um tratamento sensual das superfícies com menos linhas, é a próxima meta da `Sensual Purity´ e tem potencial para introduzir uma nova era de design“. Com 4,57 m de comprimento, o conceito é menor que o irmão maior CLA (4,64 metros) e maior que seu futuro concorrente, o A3 Sedan (4,46 metros). Rodas de 20" deverão ser exclusividade do conceito.